Depois da eliminação da Juveforce na Taça, treinador do Beira-Mar ‘lança’ fase crucial do campeonato

1218
Foto do Facebook do Beira-Mar.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Beira-Mar seguiu para a meia final da Taça do Distrito de Aveiro depois de ter eliminado, este domingo, por 5-0 a equipa vaguense do Juveforce, a única que sem ser da divisão de elite que conseguiu chegar à ronda disputada este domingo.

Artigo relacionado

Beira-Mar apurado para a meia final da Taça Distrital com goleada frente ao Juveforce (5-0)

Ricardo Maia, treinador dos aveirenses, mostrou-se agradado com a exibição do seu conjunto, ainda que o primeiro golo tenha surgido “de forma tardia” analisando o volume ofensivo. “Não concretizámos as oportunidades por falta de competência”, disse.

O 1-0 “acabou por desbloquear a condução jogo” e seguiram-se mais dois antes do intervalo, todos de bola parada.

“Gostei mais da segunda parte. A condição física do adversário também piorou e isso ajudou a controlar o jogo com a bola. Não permitimos, salvo uma ou outra exceção, a saída rápida e naturalmente marcámos mais golos. Respeitámos sempre o Juveforce e estamos satsfeitos com o resultado e a exibição”, concluiu.

Discurso direto

“São equipas de realidades diferentes, seria sempre muito difícil aguentar o jogo todo. Queríamos, sobretudo, deixar uma imagem do nosso futebol positivo. Sofremos três golos de bola parada na primeira parte, acabou por influenciar o nosso plano. Ao intervalo já estávamos a pensar no próximo jogo do campeonato. Quisemos dar um prémio à equipa que fez um trajeto fantástico para chegar aqui. Na primeira distrital há equipas com valor e que trabalham bem” – Bruno Silva, treinador do Juveforce.

Beira-Mar já retomou o ‘chip’ do campeonato

Depois de duas eliminatórias para a Taça Distrital (Paços de Brandão e Juveforce), o Beira-Mar volta a focar-se no principal objetivo da época, que é conquistar o título distrital e, por essa via, assegurar o regresso ao Campeonato de Portugal.

O técnico aurinegro perspetiva a fase mais importante da época. “O plantel está ansioso por esse momento, para comprovar toda a sua competência”, garantiu.

Nas declarações abaixo reproduzidas, Ricardo Maia fala do calendário, da estreia de Luccas Marques, reforço para a linha mais avançada, e da possibilidade de utilizar o ainda júnior Givon também na frente atacante.

Artigo relacionado

Futebol distrital: Beira-Mar inicia caminhada para o título com receção ao Cesarense

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.