Covid-19: Maior subida de infetados no País / Ovar e Aveiro são os mais problemáticos no Baixo Vouga

9570
Unidade Covid-19, Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

O boletim epidemiológico da Direção-Geral de Saúde (DGS) com os dados mais recentes, relativos à meia de noite de ontem, aponta para 15472 pessoas infetadas pelo Covid-19 (mais 1516), uma subida de quase 11% (contra 6,2 no dia anterior). Tratou-se, de resto, do maior número até ao momento registado num dia em Portugal.

Mais de 4500 aguardam resultados laboratoriais para despiste da doença e 25914 pessoas estão em vigilância pelas autoridades de saúde.

Mais 26 pessoas morreram nas últimas 24 horas (mais 6,3%), num total de 435 vítimas mortais com Covid-19 em Portugal, número que mantém-se estável.

A Região Centro, de que faz parte o Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) do Baixo Vouga *, é a segunda em vítimas mortais, com 107 casos (mais11). São registados 2197 infetados (mais 292).

Dos 1179 doentes internados em hospitais, 226 permanecem nos cuidados intensivos (menos 15). Os maiores de 80 anos são as principais vítimas mortais desta pandemia em Portugal com 284 mortes. Nenhum infetado com menos de 39 anos morreu com Covid-19 no país.

O número de recuperados subiu para os 233.

Na Região Centro do País, a terceira mais afectada do País, de que faz parte o Agrupamento de Centros de Saúde (ACeS) do Baixo Vouga *, surgem referenciados no mais recente boletim 1905 infetados (mais 40).

[Relatório completo]

Nos concelhos do ACeS do Baixo Vouga, o relatório da DGS atribui a Ovar 379 infetados (mais 107).

Segue-se Aveiro, com 158 (mais 4) e em terceiro surge Ílhavo com 84 (mais um).

Já no ponto de situação do ACeS do Baixo Vouga divulgado quinta-feira ao final da tarde estavam dados como confirmados 1051 infetados pelo Covid-19 (mais 20), dos quais 88 profissionais de saúde (mais 7).

Os concelhos de Ovar (504 casos) e Aveiro (221) surgem destacados no topo das infeções confirmadas.

2454 pessoas estavam sob vigilância ativa (mais de 6600 contatos) na região.

17 pessoas foram dadas como recuperadas da doença.

O número de óbitos subiu para 58 óbitos (mais 2) no ACeS do Baixo Vouga.

No relatório, Aveiro, com 18 casos (mais dois) ultrapassa Ovar, que permanecia com 17 mortes. A autarquia vareira, no seu balanço, deu conta de 19 casos mortais.

Albergaria-a-Velha (7), Ílhavo (7), Estarreja (5), Murtosa (1), Vagos (1), Sever do Vouga (1) e Oliveira do Bairro (1) completam a lista oficial.

Em Ílhavo foi, no entanto, noticiado, o sétimo óbito no lar de S. José, de uma utente nonagenária. Será, assim, o oitavo caso mortal no concelho, ainda sem referência nos dados oficiais do final da tarde.

Nos concelhos de Aveiro Norte, sob jurisdição da Administração Regional de Saúde do Norte (ARSN), o boletim epidemiológico da DGS refere que a Feira tinha 254 infetados (mais 6) e Oliveira de Azeméis 106 (mais 7).

Em Aveiro Norte, foram noticiados 12 falecimentos: 6 na Feira, 3 em Oliveira de Azeméis, 1 sexagenário utente da Cerci de S. João da Madeira, 1 idoso em Arouca e 2 utentes de um lar em Vale de Cambra.

A Sul, faleceu uma idosa do Luso, Mealhada.

Covid-19 / Ponto de situação online

* ACeS do Baixo Vouga: Águeda, Albergaria-a-Velha, Anadia, Aveiro, Estarreja, Ílhavo, Murtosa, Oliveira do Bairro, Ovar, Sever do Vouga e Vagos.

Publicidade, Serviços & Donativos