Covid-19/ Aveiro: Mercados municipais alargam lotação

2828
Mercado de Santiago (arquivo).
Smartfire 728×90 – 1

Os mercados municipais em Aveiro passaram a funcionar hoje com lotação alargada, aliviando-se as condiocionamentes estabelecidas no acesso de clientes por força da pandemia do Covid-19 durante o período de estado de emergência nacional, informa a Câmara local, fazendo “um balanço muito positivo” da atividade daqueles espaços durante as semanas em que se mantiveram com serviços essenciais.

Em comunicado, a edilidade “agradece publicamente o empenho dos seus técnicos na gestão e logística das superfícies comerciais, dos operadores e da sua adaptação às necessidades dos consumidores, assim como aos cidadãos utilizadores dos mercados, pelo cumprimento das regras de distanciamento, proteção individual e higienização, necessárias neste tempo”.

Em sintonia com as recomendações da Direção-Geral de Saúde (DGS) e da Autoridade de Saúde Local, a partir desta segunda-feir os três mercados alargaram a lotação máxima dos edifícios, tendo por base o limite de clientes por 100 metro quadrado.

Assim, o mercado José Estevão (praça do peixe) poderá receber 15 clientes em simultâneo, o mercado de Santiago (50 clientes, o dobro) e o mercado Manuel Firmino 25 clientes (antes eram 10).

É reforçado o apelo para os cidadãos aproveitarem melhor os dias tradicionalmente de menor afluência para realizarem as suas compras “com maior conforto e sem tempo de espera”. Alguns operadores criaram entregas ao domicílio e take away, conforme informação disponível no site do município.

A autarquia entregou viseiras para utilização dos operadores dos mercados e irá realizar “ações pontuais de distribuição gratuita de máscaras aos cidadãos clientes”.

Entretanto, a plataforma online dedicada à pandemia (acessível em covid19.cm-aveiro.pt) passou a indexar os grupos e comunidades de apoio à população “nas mais diversas áreas”, disponibizando o acesso a serviços criados nas últimas semanas (“Vizinhos de Aveiro”, “Missão Cuida +”, “Aveiro é Nosso”). É solicitado a outros movimentos que estejam a ajudar a comunidade a partilha de contactos e/ou redes sociais.

(Informação ao minuto Covid-19 na RTP).

Publicidade, Serviços & Donativos