Costa Verde expande instalações fabris

812
Fábrica Costa Verde (Vagos).

A empresa fabricante de louça cerâmica de mesa instalada na zona industrial de Vagos está a assinalar o 26º aniversario de laboração.

O projeto de expansão da unidade industrial representa um investimento de cerca de sete milhões de euros e irá criar aproximadamente 90 novos postos de trabalho qualificados e não qualificados.

“Este aumento de capacidade de produção irá resultar num acréscimo de cerca de 40% face à capacidade existente”, informa a empresa, adiantando que as instalações serão alargadas para áreas adjacentes à atual unidade.

Em concreto, o investimento incidirá na construção de duas novas naves industriais com cerca de 9.000 metros quadrados de área coberta, na instalação de dois novos fornos de origem portuguesa e de diversa maquinaria de origem alemã.

O projeto de expansão de 5,6 milhões de euros é apoiado pelo programa Portugal 2020 em 2,3 milhões de euros, sendo o restante investimento coberto por autofinanciamento.

“Para breve estão já planeados o início dos trabalhos, que se esperam terminados no final do ano de 2019”, refere a Costa Verde, que foi a primeira unidade industrial da Zona Industrial de Vagos.

A fábrica, que exporta para 50 países, pretender dar resposta aos vários clientes espalhados pelo mundo.

Artigo relacionado

Costa Verde testa partículas e fibras à escala nano para melhorar louça do futuro