Condenado por violência doméstica responde agora por sequestro e violação da mesma ofendida

1103
Tribunal de Aveiro.
Livro728

Um homem que já cumpriu pena efetiva por violência doméstica voltou ao tribunal de Aveiro, desta vez para responder por fotografias ilícias, sequestro e violação.

O julgamento teve início esta quarta-feira à porta fechada.

Além do arguido, o tribunal ouviu a ofendida e também as primeiras testemunhas.

A defesa, segundo apurámos, invoca “caso julgado”, entendendo que são os mesmos factos do processo anterior e não deve existir novo julgamento.

Além de pena efetiva, o homem, que tem atualmente 48 anos, foi condenado a pagar cinco mil euros à ofendida, em 2015, à data dos factos companheira.

Pesou na aplicação da pena antecedentes com episódios idênticos envolvendo a ex-esposa.

O arguido respondeu por agressões e ameaças, inclusivamente de morte, quando se irritava com a companheira por não concordar com a forma como fazia as lides domésticas ou se chegava mais tarde a casa do que era habitual.