Compreensão do Mercado Forex em 5 passos

2816
Dreamweb 728×90 – Video I

Muitos iniciantes no mundo do trading optam pelo Forex por parecer uma opção atrativa, mas desistem por não entenderem o seu funcionamento.

É claro, a maioria quer instalar um software e começar a operar, sem antes entender os princípios da prática. Felizmente, só por estar aqui, este não é o seu caso.

Compreender como o mercado Forex funciona é o primeiro passo, mas também não dá para parar por aí. O ideal é que essa aproximação do mercado Forex seja gradual, algo que pode ser dividido em 5 simples passos.

Os 5 passos: De Iniciante a Trader Forex

Não pule etapas, assim como não é preciso passar anos mergulhado em guias e cursos que explicam o que é o Forex. Divida o tempo necessário para absorver tudo o que é necessário, conforme os passos abaixo.

Passo 1: Eduque-se

Não é preciso comprar cursos online, somente um bom nível de planeamento e alguma metodologia para absorver todos os conceitos de Forex. Há diversas enciclopédias de conhecimento na internet, em livros, áudio e vídeos. Simplesmente gaste algum tempo a selecionar aqueles de qualidade, de preferência com base na opinião de terceiros.

O tipo de conteúdo que deve ser procurado é:
· Fundamentos do mercado Forex.
· Como as cotizações funcionam.
· Quem participa e quem domina o mercado.

Passo 2: Conhecimento Técnico

Aprender os fundamentos e a parte básica pode ter sido chato, ou até mesmo fácil, mas aguente firme: não é o suficiente para operar. Nessa fase, é preciso se familiarizar com a parte técnica, os softwares utilizados, além de:

· Decorar bem os tipos de análise.
· Aprender as diferentes estratégias de trade e tentar se identificar.
· Participação em fóruns e discussões.

Vencida esta fase, já cai por terra o mito que tem sido perpetuado ultimamente, sobre como principiantes não conseguem operar Forex. Todos começam de alguma forma, e isso inclui os leitores que estão a anotar estes passos.

Passo 3: Abrir uma Conta

Há diversas corretoras por aí, a oferecer benefícios e condições variadas. Além de ser regulada, idealmente, a corretora deve realmente intermediar transações entre traders, e não com agentes terceiros. Claro, também busque taxas atrativas.

Passo 4: Conta Demo, Quase Lá

A sua corretora de Forex provavelmente oferecerá uma conta demo, ou simplesmente uma plataforma de treino. A simulação do ambiente de trading permite o mais próximo possível de uma experiência real, sem haver riscos reais. Definitivamente, é a melhor forma de se acostumar à plataforma.

Em alguns casos, também será possível analisar gráficos com a ajuda de uma ferramenta inteligente. Desta forma, o utilizador se acostumará com classificações que passará a utilizar no futuro de forma automática.

Passo 5: Trading de Verdade

Pronto, é hora de se tornar um trader de Forex verdadeiro. Para isso, o trader pode utilizar uma plataforma de negociação, mesmo básica ou grátis, que podem contar até com ferramentas automática. É claro que automatizar o processo de trading de Forex incorre em riscos, e é o tipo de decisão que ficará mais fácil após passar por todos os dados.

Quais São os Passos Seguintes?

Não há profissão nenhuma no mundo em que não seja necessário continuar a se atualizar. Portanto, um verdadeiro trader de Forex deve se manter ativo em fóruns e outros locais de discussão. Com toda a certeza, são melhores que somente a página da corretora e da plataforma para ficar por dentro das novidades.

Além disso, manter-se mentalmente saudável é de extrema importância. Não é incomum que traders de Forex comecem a aumentar o nível de exposição ao risco. Embora não haja nada de errado com isso, sempre o faça com cautela. Daí por diante, basta continuar a se dedicar e, quem sabe, passar um dia a ensinar outros a começar no mundo do Forex.

Por exemplo, neste artigo, TrustedBrokers.com compara os corretores ao nível da conta. Isto facilita a comparação de taxas, alavancagem e bónus num só lugar.” after this one: “Claro, também busque taxas atrativas.

O Notícias de Aveiro tem canais próprios para informação institucional ou não jornalística, nomeadamente o canal ‘Comunicados’, assim como informação útil, promoções comerciais ou inclusão de referências publicitárias, como é o caso deste artigo, utilizando os canais ‘Iniciativas’, ‘Roteiro’ e ‘Aveiro Work Point’ »» ler estatuto editorial

Publicidade, Serviços & Donativos