Comerciante sexagenário confessou crime de pornografia de menores

725
Tribunal de Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

Um homem de 69 anos começou a ser julgado no Tribunal de Aveiro, esta terça-feira, por crime de pornografia de menores.

A audiência realizou-se durante a manhã, com exclusão de publicidade, atendendo à criminalidade em causa.

Foi possível apurar que o arguido, um comerciante, assumiu os factos. Ouvidas as testemunhas, o coletivo agendou já a leitura do acórdão.

O sexagenário foi detido há três anos na posse de centenas de ficheiros multimédia contendo crianças em práticas sexuais explicitas.

A Polícia Judiciária de Aveiro chegou ao suspeito no âmbito de uma operação de combate internacional à pornografia infantil desenvolvida em articulação com autoridades estrangeiras.

O homem responde por obtenção e partilha, através da Internet, de ficheiros multimédia retratando, ou em que eram intervenientes, crianças, algumas delas de tenra idade, em práticas sexuais explícitas com adultos.

Na sequência de busca domiciliária realizada na casa do suspeito, numa das freguesias da área urbana de Aveiro, foram apreendidos, para além dos equipamentos informáticos utilizados na atividade delituosa, centenas de ficheiros multimédia daquela natureza.

Publicidade, Serviços & Donativos