Beira-Mar quer ‘festa do centenário’ a impulsionar “reaproximação social”

1326
Imagem Beira-Mar TV.
Dreamweb 728×90 – Video I

O presidente da direção do Beira-Mar pretende que as comemorações para assinalar o centenário do clube, que será alcançado em janeiro próximo, sirvam para impulsionar a “reaproximação social”, alcançadas que foram importantes metas nos últimos anos, como o acordo de recuperação com os credores, indispensável para ter estabilidade financeira, e a entrada ao serviço do complexo de campos de futebol junto do Estádio Municipal de Aveiro, por cedência camarária.

Afonso Miranda falava, esta manhã, num encontro para dar a conhecer a comissão que irá organizar os eventos comemorativos em 2022 e a imagem gráfica para assinalar os 100 anos de existência.

“O Beira-Mar é uma marca com grande notoriedade, que só poderá ter continuidade se for vivida”, sublinhou o dirigente máximo, reafirmando que “o clube não pode ter 4 mil inscritos e 1300 pagantes, 1500, 2000 pessoas a assistir aos jogos ou que o seu símbolo não esteja constantemente na cidade”.

“O grande um repto” deixado para as festas do centenário “é reaproximar” o Beira-Mar das pessoas, “que seja popular, que respeite sócios, adeptos, ex jogadores”, vincou Afonso Miranda.

“Peço que participem todos connosco, teremos vários momentos para lembrar a história, mas para daqui a 100 anos voltarmos a falar temos de continuar a concretizar uma série de iniciativas, é um sonho termos mais gente, mais sócios e uma cidade que se confunda directamente com o Beira-Mar”, enfatizou o presidente a cumprir o seu primeiro mandato no cargo depois de ter participado em direções anteriores.

A comissão organizadora, liderada pelo vice-presidente Rui Diniz, integra mais três elementos: Manuela Nunes, Albano Costa e António Soares.

Discurso direto

“Os 100 anos para trás, temos a obrigação de deixar bem escrito e registado o que fizemos. E perspetivar o que vai no futuro, as preocupações ambientais, a sustentabilidade financeira, cultural, social; mas também o papel da mulher no clube, que nem sempre esteve presente, queremos debater isso, das pessoas com deficiência, se chegamos a eles, e dos mais velhos, como estamos a trabalhar ? Queremos debater estes temas. Espero que nos tragam ideias e ajuda para as comemorações” – Rui Diniz, vice-presidente do Sport Clube Beira-Mar, coordenador do programa do centenário.

Algumas das atividades previstas:

» Ações nas escolas e com as famílias;
» Participação nas festas da cidade (S. Gonçalinho, Feira de Março, etc.)
» Retomar o baile de carnaval na Banda Amizade;
» Aproximação à diáspora beiramarense, especialmente nos EUA;
» Todas as modalidades com a imagem do centenário;
» Reativar o Beira-Mar Universal Games (promoção das modalidades);
» Espaço Centenário do Beira-Mar na imprensa e site institucional;
» Livro do Centenário (os momentos mais importantes do clube);
» Gala do Centenário.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.