Beira-Mar mete a quarta rumo à subida

2126
Beira-Mar.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Beira-Mar somou a quarta vitória consecutiva na deslocação a Mansores, por 1-3, a contar para a 22ª jornada do principal campeonato distrital de futebol.

Ficha e vídeo

Os aurinegros passam a liderar com 57 pontos, ampliando para 10 pontos a vantagem sobre o Bustelo, que perdeu na receção ao Carregosense (2-3).

A equipa de Aveiro chegou cedo ao primeiro golo, apontado pelo central Lobo, num desvio com a perna na área, após cruzamento de Artur.

Os locais correram atrás do prejuízo e, ao terceiro ensaio ofensivo, um dos quais obrigando Maringá a defesa mais apertada, restabeleceram a igualdade. Na sequência de um canto ao passar da meia hora, Luis Cueto aproveitou da melhor forma a apatia defensiva.

A festa dos adeptos da casa arrefeceu pouco depois, quando Rodrigo cabeceou para o fundo da baliza.

Na segunda parte, o Beira-Mar ampliou a vantagem novamente por Rodrigo, a mostrar que também sabe rematar de fora da área, após assistência de Aparício. O ponta de lança brasileiro, que arrancou a época como suplente antes de passar a indiscutível ‘bisou’ pela terceira vez nos últimos três jogos, festejando golos há quatro jogos consecutivos (leva dez no campeonato).

O Mansores não baixou os braços, continuando a obrigar o guarda-redes Maringá a mostrar serviço.

Aos 84 minutos, um lance em que Aparício cai ana área levou os aveirenses a reclamarem grande penalidade levou o árbitro a expulsar do banco o suplente Pedro Moreira.

Declarações dos treinadores transmitidas pela Rádio Terra Nova

“Perdemos com a melhor equipa do campeonato, mas tivemos um comportamento satisfatório, bom. Pena foi o terceiro golo, numa perda de bola, foi fatal, matou o jogo. Na primeira parte dividimos a posse de bola. O Beira-Mar mais na segunda parte. Tivemos também algumas oportunidade, Jogámos o jogo pelo jogo. O Beira-Mar surpreendeu pelo jogo direto” – Vasco Coelho (treinador do Mansores).

“Sabíamos que poderia ser uma jornada importante. Não foi nada fácil, a vencer sofremos um golo, com domínio total do jogo, mas reagimos bem. Gostámos de ter mais pontos de avanço, mas o importante é crescer jogo após jogo. Fomos fortes e muito superiores, os números aceitam-se. O lance do Aparício parece grande penalidade, foi evidente e protestámos e o Pedro acabou expulso” – Cajó (treinador do Beira-Mar).

Mais resultados e classificação

Publicidade, Serviços & Donativos