Aveiro/ 5G: PS defende projetos nas freguesias, fóruns online e novo site municipal

1004
Techdays 2018.
Smartfire 728×90 – 1

O financiamento atribuido pela Comissão Europeia para o projeto Aveiro STEAMCity, deve ser uma “oportunidade do município acompanhar o centro da cidade de Aveiro em igualdade de oportunidades”, defende o PS local em comunicado.

Aveiro viu aprovada a candidatura ao programa de ‘Ações Urbanas Inovadoras’, no âmbito da criação das ‘smart cities’ (cidades inteligentes), com investimento de seis milhões de euros nos próximos três anos para desenvolver serviços de base tecnológica.

A comissão política concelhia liderada pelo vereador Manuel Oliveira de Sousa “assume a mais valia de projetos, ainda mais em parceria, que possibilitem o reconhecimento da importância e empreendedorismo de Aveiro”, reservando dois milhões de euros para o município.

O projeto, que vai aproveitar a fase de teste do 5G, “pode ajudar a cidade na transição para a próxima economia”, referem os socialistas notando que a cidade depois do “grande investimento” nos mandatos de Alberto Souto (PS) na Câmara “morreu” no tocante a projetos tecnológicos.

” Reter e atrair talento que que tem ido para municípios vizinhos”

Para o PS, pode ser a oportunidade de “finalmente ver concretizado o objetivo de reter e atrair talento que que tem ido para municípios vizinhos e para cidades maiores em Portugal e para fora” devido a “politicas de mobilidade inadequadas” e às “faturas fiscais das mais altas a nível nacional.”

“Poder-se-á encorajar os indivíduos e as pequenas empresas a participarem nos desafios cívicos de se usar a cidade como um laboratório vivo, invertendo a política atual de auscultação pública dos aveirenses nos projetos de investimentos públicos que tanta apreensão causam (Rossio e Avenida, por exemplo)”, pedem os socialistas, esperando que seja possível também concretizar “um site da Câmara Municipal de Aveiro amigável e eficiente na informação disponibilizada” e na “aceleração do acompanhamento dos procedimentos processuais”.

No seguimento do anúncio do projeto aquando da abertura dos Techdays de 2018 o PS recomenda ainda que os centros cívicos nas várias comunidades do município também tenham “oportunidade de ter pontos de disponibilização de informação digital e acesso a dados móveis.”

“Queremos que a coesão socioeconómica e territorial do município acompanhe o centro da cidade de Aveiro em igualdade de oportunidades, na recuperação da qualidade de vida das pessoas com serviços de proximidade cada vez melhores (transportes, educação, saúde) com recurso à capacidade de fixar pontos estratégicos de desenvolvimento quer do setor público quer do setor privado (correios, comércio local, rede multibanco)”, lê-se no comunicado.

“Caso contrário, continuaremos com a propaganda do regime, com propostas avulso, sem estratégia nenhuma, apenas, por mais relevante que sejam, a servir para esconder o sol com a peneira”, avisam os socialistas.

Artigos relacionados

Município de Aveiro quer “tirar mais proveito” do cluster TICE após “conquista” de projeto europeu