Aveiro / Transportes: PS leva queixas à AM e quer fiscalizar atividade da concessionária

1208
Assembleia Municipal de Aveiro.

O PS andou pelas freguesias a fazer um levantamento do serviço de transportes públicos prestado pela concessionária AveiroBus e levou as queixas ouvidas à Assembleia Municipal, esta sexta-feira.

Os socialistas insistiram no tema, por entenderem que é necessário aproximar todas as freguesias da cidade em nome da equidade, permitindo todos os cidadãos terem acesso a valências que não possuem nas freguesias, especialmente as mais distantes.

“São indispensáveis mais trajetos. Uma maior disponibilidade de horários é urgente”, reivindicou o deputado municipal Jorge Gonçalves ao levantar o assunto no ponto dedicado à análise da gestão camarária.

Jorge Gonçalves apresentou uma série de falhas apontadas pelos utilizadores de autocarros ao funcionamento da AveiroBus em vários pontos do concelho (ver vídeo).

O deputado do PS defendeu ainda que a Câmara deve apresentar um relatório “pormenorizado” da atividade da concessão, entendendo que esta “necessita de ser fiscalizada”.

As queixas, para o vogal socialista, indicam que “ou a empresa não está a cumprir ou o contrato foi elaborado com restrições e a avaliação errada das necessidades”.

Jorge Gonçalves questionou ainda quem pagou a campanha recente em que o presidente da Câmara apelava à utilização dos autocarros, esperando que “o verdadeiro proveito seja para os cidadãos de Aveiro”.

Ainda sobre a campanha, Celme Tavares, do Bloco de Esquerda, notou que “os aveirenses responderam como se praticamente não existam transportes, perguntando para quando “as medidas de correção” ao serviço anunciadas pela Câmara.

“Assumiram como coisa da esquerda a luta contra os nossos transportes, não é saudável” – Ribau Esteves

Nas respostas, o presidente da autarquia criticou “a fixação pelos transportes” do PS. “Vamos continuar a trabalhar”, garantiu.

Sobre a intervenção do PS, lembrou que as freguesias, como Nossa Senhora de Fátima, Requeixo e Nariz, já possuem um balcão do cidadão evita deslocações para aceder a serviços públicos.

Quanto às queixas dos passageiros, acolheu-as. “Pedimos sempre que sejam objetivos nas faltas de transportes, esta interação é importante”, sublinhou o edil, voltando a lamentar a forma de abordagem do tema pela oposição. “Vocês assumiram como coisa da esquerda a luta contra os nossos transportes, não é saudável para os transportes, todos nós queremos melhores transportes e mais pessoas os utilizem. Esta coisa que é de esquerda andar de transportes não faz sentido”, assegurou o presidente da Câmara.

Sobre a campanha, disse que foi paga pelo concessionário, tendo aceitado colaborar gratuitamente para “dar irmos dando mensagens positivas para as pessoas utilizarem os transportes”.

Artigo relacionado

Aveiro: Marketing não resolve todos os problemas da concessão de transportes, alerta o PS

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.