Aveiro propõe Rede Europeia de Cidades STEAM

270
Imagem CMA.
Smartfire 728×90 – 1

No passado dia 16, Aveiro, candidata a Capital Europeia da Cultura 2027, Oulu (Finlândia), Capital Europeia da Cultura 2026, promoveram o simpósio online “STEAMing into the future” dedicado à educação STEAM (Ciência, Tecnologia, Engenharia, Arte e Matemática).

Moderado por Tom Fleming, o simpósio foi inaugurado com as mensagens de boas vindas dos anfitriões deste evento educacional, Ribau Esteves, presidente da Câmara Municipal de Aveiro (CMA), e Mirja Vehkaperä, presidente da Câmara de Oulu, aos quais se juntaram nove oradores, provenientes de cinco países distintos e uma audiência de mais de meia centena de participantes.

Para José Ribau Esteves, Aveiro e Oulu têm uma história comum pela forma de adaptação e progresso face aos desafios que o território apresenta. Ambas as cidades utilizam a tecnologia para proporcionar melhores serviços e qualidade de vida aos cidadãos e, agora, ambas estão a iniciar este processo “STEAMing into the Future”. Aveiro ambiciona desenvolver uma sociedade baseada no conhecimento, pelo que é necessário preparar as gerações mais jovens, professores e educadores com as competências relevantes para o sucesso nesta nova era digital.

“Por esse motivo implementamos uma estratégia educativa integrada, baseada na abordagem STEAM, nas 42 escolas do Município de Aveiro, desde o 1º ciclo ao ensino secundário, e contamos já com mais de 150 professores com formação concluída neste âmbito”, adiantou o autarca. Ribau Esteves aproveitou ainda a oportunidade para lançar o desafio a Mirja Vehkaperä de se avançar com a criação de uma Rede Europeia de Cidades STEAM, através da qual possam partilhar e aprender com as respetivas experiências. O repto foi aceite por Mirja Vehkaperä, que, sabendo do trabalho desenvolvido por ambas as cidades, partilha da mesma ambição para o futuro dos cidadãos.

Neste evento foram ainda apresentados e discutidos os modelos emergentes, novas aprendizagens e reflexões sobre o futuro da educação, através do contributo de profissionais de Aveiro, Oulu, Brasil, Dinamarca e Berlim, que apresentaram casos práticos sobre a implementação da metodologia STEAM em cada um dos países. Esta exposição permitiu conhecer as melhores práticas na mobilização desta abordagem em cada uma das cidades, revelar os princípios orientadores, evidenciar os fatores distintivos de cada abordagem e identificar os principais desafios da implementação STEAM a longo prazo.

A última parte do simpósio teve uma aplicação prática através da divisão dos participantes em grupos discussão, de acordo com o interesse indicado e localização, onde foram abordados temas como política e parceria – como construir uma abordagem a longo prazo para a educação STEAM, modelos e prática – abordagens inovadoras ao fornecimento de STEAM, economia cultural e criativa – ligando a STEAM ao desenvolvimento económico a longo prazo e Inovação e impacto – como a STEAM pode moldar o desenvolvimento sustentável. Os participantes tiveram oportunidade de contribuir com as suas sugestões e respostas às questões apresentadas.

Após a apresentação das conclusões emergentes das discussões de cada grupo, o simpósio terminou com a exibição de vídeos de projetos de alunos de Aveiro e Oulu, desenvolvidos em sala de aula.

Câmara de Aveiro

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.