Aveiro: Pena de prisão suspensa para autor de roubo violento na ‘praça do peixe’

1271
Tribunal de Aveiro.

O indivíduo julgado por um roubo violento de jovens ocorrido no ano passado na zona da ‘praça do peixe’, centro de Aveiro, foi condenado a três anos de prisão, em cúmulo jurídico, pelo Tribunal de Aveiro.

O arguido, de 23 anos, ficou, contudo, com a pena suspensa, durante cinco anos, sujeito a obrigações várias, desde logo pagar 515 euros lesados e 600 euros ao Estado, mas também sujeitar-se a tratamento de droga e manter atividade laboral.

Apesar dos antecedentes criminais, a juíza presidente do coletivo teve em conta na decisão de suspender a pena a juventude do acusado, que esteve ausente da leitura do acórdão sem justificação, possuir ocupação profissional e a inserção familiar.

O indivíduo foi condenado nas penas parcelares de dois anos e um ano e oito meses por cada um dos roubos e 10 meses por burla informática. Já no caso do crime de dano, foi absolvido por razões jurídicas.

O tribunal não deu como credível a versão apresentada no julgamento pelo arguido, que negou a autoria de agressões e ameaças, garantindo apenas que foi espetador enquanto outros elementos, não identificados, roubavam os dos jovens surpreendidos na via pública. As vítimas, ouvidas no julgamento, identificaram o acusado, nomeadamente por uma tatuagem pouco vulgar que tem na zona da vista. O arguido confessou que fez pagamentos com os cartões de multibanco subtraídos.

Artigo relacionado

Aveiro: Nega agressões durante roubo violento na zona da ‘praça do peixe’

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.