Aveiro passa 2020 com menos insolvências relativamente ao ano anterior

447
Zona Industrial de Vagos.
Smartfire 728×90 – 1

Aveiro é um dos 10 distritos do País que terminaram o ano passado com decréscimos nas insolvências.

De acordo com a uma listagem nacional divulgada pela Iberinform, que apoia clientes na gestão financeira, Aveiro registou uma diminuição de 13,7 % relativamente a 2019, ficando atrás de Coimbra (-27,7%), Guarda (-19,6%) e Viseu (-13,9%).

O estudo indica que foram constituídas menos 11.604 empresas em 2020 (total de 37.589), o que traduz um decréscimo de 23,6%.

O número mais significativo de novas constituições verifica-se em Lisboa, com 11.912 novas empresas, e no Porto, com 6.681 constituições (valores com decréscimos acentuados face a 2019, de 28,6% em Lisboa e de 25,5% no Porto).

A maioria dos distritos apresentam descidas neste indicador sendo as mais pronunciadas nos distritos de: Setúbal (-30,5%), Angra do Heroísmo (-27,7%), Ponta Delgada (-27,1%), Faro (-26,3%), Madeira (-23%) e Aveiro (-21,3%).

» O estudo dá conta de um decréscimo de 23,6% nas novas constituições em 2020 face a 2019, enquanto as insolvências diminuíram 1,4%, “o que pode resultar do impacto das medidas estatais de apoio às empresas que atuaram como travão no aumento deste indicador, apesar das dificuldades vividas pelas empresas no ano transato”;

» A constituição de novas empresas em 2020 decresceu de um total de 49.193 em 2019 para 37.589 em 2020, o que traduz uma diminuição de 23,6%. Esta descida na criação de novas empresas está relacionada com a situação epidemiológica provocada pela pandemia de coronavírus;

» Por setores de atividade, os aumentos nas insolvências foram registados nas áreas de Telecomunicações (33,3%), Hotelaria e Restauração (17,6%) e Outros Serviços (4%).

Publicidade, Serviços & Donativos