Aveiro / Museus: Consolidação do crescimento e estratégia política dos últimos anos

149
Museu de Aveiro.

O ano de 2018 fica marcado para os Museus de Aveiro – Museu de Aveiro/Santa Joana, Museu da Cidade, Museu Arte Nova e Ecomuseu Marinha da Troncalhada – por um aumento efetivo no número de participantes nas atividades e nos visitantes, consolidando a sua posição ao nível dos Museus mais visitados do país.

Regista-se um novo crescimento face ao ano anterior de 7,16%, de 130.643 em 2017, para 140.004 visitantes em 2018, isto depois de no ano de 2017 ter ultrapassado, pela primeira vez, a barreira dos 100.000 visitantes.

De destacar ainda que em 2018 se assistiu à implementação de uma nova estrutura orgânica da Câmara Municipal de Aveiro (CMA), a qual deu origem à Divisão de Cultura e Turismo e que, em termos de subunidades orgânicas, levou à criação da Ação Cultural, que assim ganhou autonomia face aos Museus e Património Cultural, permitindo a estes orientarem-se, de modo mais específico para a sua vocação museológica de salvaguarda e valorização do Património Cultural.

A realização do Boas Festas em Aveiro, o Entrudo Infantil, os dias internacionais dos Monumentos e Sítios e dos Museus, as Comemorações do Feriado Municipal, o Dia Mundial da Arte Nova, as exposições: Aveiro, Tesouros; Corpo, Abstração e Linguagem na Arte Contemporânea Portuguesa (organizada em conjunto com o Museu de Serralves); bem como a organização do Seminário Internacional de Curadores – CreArt, foram alguns dos eventos que fizeram parte da estratégia política e de planeamento de gestão museológica, que concretizaram os excelentes resultados para os Museus de Aveiro em 2018.

Internacionalização e programação planeada

A integração dos Museus de Aveiro em projetos europeus como o CreArt, e em Redes como as cidades “Cencyl” e a “Réseau Art Nouveau Network” reforçaram a sua visibilidade internacional e contribuíram, também, como polos de cultura atrativos de novos públicos. Outro dos fatores decisivos, a ter em linha de conta, é a existência de um programa regular de atividades que, com o decorrer do tempo, tem consolidado a imagem e a afirmação dos museus e fidelizado segmentos de público. A aposta em exposições com maior qualidade e impacto junto do público, a par das colaborações com entidades externas na dinamização de iniciativas permitem clarificar a natureza dos resultados e exprimem o papel central que os Museus detêm, atualmente, no universo e nas dinâmicas culturais da Cidade e do Município.

Museu de Aveiro / Santa Joana aumenta visitas em meses com menos fluxo

Em linha com todos os homólogos, o ex-libris dos Museus de Aveiro registou um aumento de visitantes de 5%. O Museu de Aveiro/Santa Joana continua a evidenciar o ponto máximo de visitantes no mês maio (9.306), em virtude do seu papel central nas comemorações de Santa Joana e do Dia do Município, a que se junta, as comemorações do Dia Internacional dos Museus e a Noite Europeia dos Museus.

Museu da Cidade de Aveiro duplica número de visitantes

O Museu da Cidade de Aveiro, no conjunto dos seus núcleos (Museu da Cidade, Museu Arte Nova e o Ecomuseu Marinha da Troncalhada), revela também um crescimento sólido e que traduz a consolidação da posição do Museu no panorama Municipal, Regional e Nacional – de 75.466 em 2017, para 81.875 em 2018.
Estes números são tanto ou mais expressivos e relevadores do bom trabalho efetuado, se considerarmos que o Museu da Cidade, Arte Nova e a galeria da Antiga Capitania do Porto de Aveiro estiveram encerrados ao público em diversos momentos do ano.

O sucesso obtido ao longo dos últimos anos é fruto da aposta de querer fazer mais e melhor, do trabalho de planeamento, dinamização e requalificação dos diversos espaços museológicos, que terá continuidade em 2019 e da estratégia política que soube tirar o melhor proveito do crescimento turístico para potenciar o que de melhor o Município e a Cidade de Aveiro têm para oferecer.

Município de Aveiro

Publicidade, Serviços & Donativos