Aveiro: Contentor do projeto LIFE PAYT em ‘fase de testes’ está inoperacional, denuncia ASPEA

1195
Contentor do projeto LIFE PAYT, Aveiro.

A Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA) “denuncia irregularidades” da Câmara de Aveiro no âmbito do projeto LIFE PAYT e “exige a retirada imediata do contentor em fase de testes”.

Uma posição assumida pelo núcleo local após ter conhecimento de queixas de munícipes do bairro da Forca-Vouga, uma vez que o ponto de recolha de resíduos na rua de Moçambique estará inoperacional.

Aveiro é um dos municípios aderentes ao projeto LIFE PAYT que incentiva a adoção de tarifas de resíduos PAYT (Pague-o-que-deita-fora), bem como de práticas de prevenção e separação dos resíduos, fomentando a recolha seletiva,

A ASPEA informa que solicitou ao coordenador do projeto e ao executivo da Câmara “a imediata retirada” do contentor “com um pedido de desculpas pelo inconveniente causado à população e uma explicação aos munícipes”.

Pediu ainda um ponto de situação das ações em curso “de forma a que se evitem dúvidas resultantes da comunicação que é feita sobre a fase de ‘testes’ que estão a ser feitos e que que possam configurar-se como crime por fraude”.

Em Aveiro, estava previsto na zona piloto substituir 26 contentores de resíduos indiferenciados por contentores com acesso com cartão individual.

Comunicado da ASPEA

Publicidade, Serviços & Donativos