Aveiro: Começaram preparativos para demolir grande prédio inacabado no canal de S. Roque

11296
Foto de Celso Assunção (Facebook).
Smartfire 728×90 – 1

Depois das antigas instalações da Vitasal, o ‘camartelo’ vai voltar a ser usado na ponta nascente do canal de S. Roque, em Aveiro.

Está por dias o fim de um ‘ponto negro’ de degradação urbanística e insegurança que ali perdurou durante longos anos, marcando a paisagem de quem passa pela cidade através da A25.

Começaram no final desta semana os trabalhos para a demolição do prédio que foi abandonado, há muito, com a construção a meio, bem como a limpeza dos terrenos.

O edifício era frequentemente utilizado por pessoas sem abrigo para pernoitar, tornando-se um foco de insalubridade.

A Câmara de Aveiro licenciou a ‘operação’ que faz antever, como acontecerá com a zona da Vitasal, o aparecimento de uma nova frente de urbanização a erguer de raiz.

Artigo relacionado

Novo empreendimento imobiliário na antiga fábrica da Vitasal

Com a falência da empresa imobiliária promotora, os terrenos dos prédios inacabados tornaram-se propriedade da massa falida (credores).

Os 18 lotes ainda chegaram a ser colocados à venda em leilão com base de licitação de 17,5 milhões de euros, mas a única oferta apresentada ficava-se pelos 7 milhões. O acordo terá sido fechado, tudo indica, por negociação particular.

Artigo relacionado

Área degradada no canal de São Roque pode ter os dias contados.

Do complexo imobiliário com habitação e áreas comerciais projetado, apenas dois lotes, com oito apartamentos, ficaram concluídos, mas deixaram muitos problemas legais aos proprietários, que não obtiveram licença de habitabilidade.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.