Aveiro: Avenida Lourenço Peixinho adjudicada por 3,9 milhões de euros

2123
Avenida Lourenço Peixinho, Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Avenida Lourenço Peixinho vai entrar em obras antes do Verão, perspetivou o presidente da Câmara.

“Faz-se história. Vamos ter uma Avenida muito melhor do que temos”, assegurou Ribau Esteves, esta tarde, na reunião do executivo camarária em que foi aprovada a proposta de adjudicação da empreitada de requalificação por 3,9 milhões de euros, mais IVA (o preço base era de 4,5 milhões de euros), com um prazo de execução de 480 dias.

Das 14 propostas de empreiteiros, sete foram validas pelo júri e a proposta selecionada não houve reclamações, seguindo para visto do Tribunal de Contas. “Vimos com satisfação a procura do mercado, o empreiteiro é bom, já trabalha em obras na cidade”, referiu o autarca.,

Os três eleitos do PS votaram contra, com Manuel Oliveira de Sousa a apontar “três erros” cometidos pela maioria de direita no processo: “um erro histórico, um erro político e um erro de gestão urbanístico”.

“A proposta não devia ser este desenho. O debate devia ter sido alargado, como aconteceu antes, com propostas mais interessantes, para retirar e não aumentar tráfego. Não apresenta soluções para o comercio local nem para as vias transversais”, resumiu o vereador.

[Consultar comunicado com posição dos vereadores do PS]

Ribau Esteves reduziu as críticas a “diferenças de opinião”, valorizando o projeto escolhido. “Acabou a conversa e vamos fazer obra de requalificação que há mais de 20 anos era uma necessidade e não passava das discussões. Tivemos muita participação, fechámos a decisão e agora a adjudicação. Faz-se história, deixamos as discussões, que analisamos e acolhemos, sem ninguém a defender a ideia de não fazer”, afirmou.

“Queremos uma boa obra, que corra bem, vamos preparar imediatamente, para gerir os inconvenientes”, acrescentou o edil.

Discurso direto

“Vamos ter uma Avenida muito melhor, o dobro de passeios, o dobro de árvores, iluminação nova e com qualidade, águas pluviais, circulação mais devagar, com limite de velocidade de 30 km/h para melhorar a relação dos vários modos de transporte, um troço de ‘avenida praça’, entre a antiga Capitania e o Banco de Portugal propício a eventos.
Temos muito gosto em chegar aqui e consciência que é difícil e exigente, tantos fugiram dela.
Enquadra-se na requalificação da cidade , com mudanças rodoviárias profundos, criar dois sentidos em rua, ao mudar sentidos com quatro opções” – Ribau Esteves.

[Comunicado da Câmara de Aveiro sobre a adjudicação da requalificação da Avenida Lourenço Peixinho]

Artigos relacionados

Renovação da Avenida Lourenço Peixinho tem empreiteiro escolhido