Autarquia arouquense move ação judicial para retirar sites “falsos” de reserva para a ponte `516 Arouca´

929
Ponte suspensa 516 Arouca (Imagem jornal Rodaviva).
Smartfire 728×90 – 1

“Tivemos conhecimento que há outros sites a procurar promover a ponte e a querer vender entradas para a sua visitação, mas é importante reforçar, nesta altura, que o único portal reconhecido e autorizado é este, o 516arouca.pt, cuja gestão é da responsabilidade da autarquia”, afirma Margarida Belém.

A autarquia já deu indicações aos serviços jurídicos para intentarem uma ação contra desconhecidos, no sentido de que os outros sites deixem de permanecer no online.

Continuar a ler artigo do jornal Discurso Direto.

Artigo relacionado

Nepal tem ponte maior que Arouca. Câmara explica polémica “estéril”

Publicidade, Serviços & Donativos