Incêndios: Acionado alerta de risco máximo na região de Aveiro

4304
Bombeiros (foto genérica).
Dreamweb 728×90 – Video I

A previsões meteorológicas para os próximos dias, que apontam para “um significativo agravamento do risco de incêndio florestal” levaram o Ministro da Administração Interna e o Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural a assinar o despacho de “Declaração da situação de alerta”, que vai vigorar no período entre as 00:00 de 4 de setembro e a mesma hora de 8 de setembro “para todo o território de Portugal Continental”.

O alerta surge após a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC) declarar a passagem ao ‘Estado de alerta especial nível vermelho’ do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Rurais no distritos de Aveiro, Braga, Bragança, Castelo Branco, Coimbra, Guarda, Leiria, Portalegre, Porto, Santarém, Viana do Castelo, Vila Real e Viseu.

São assumidas, por isso, medidas preventivas e especiais de reação face ao risco de incêndio com caráter excecional, tais como a elevação do grau de prontidão e resposta operacional por parte da GNR e da PSP, proibição da realização de queimadas, proibição total da utilização de fogo-de-artifício ou outros artefactos pirotécnicos, dispensa dos trabalhadores que sejam bombeiros ou a proibição do acesso, circulação e permanência no interior dos espaços florestais definidos, entre outras.

Publicidade, Serviços & Donativos