‘AcA’ denuncia “disfuncional atitude democrática” do presidente da Junta de São Jacinto e apela a acordo de governação entre eleitos

1318
S. Jacinto, Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

A ‘Aliança com Aveiro’ (AcA), coligação PSD/CDS/PPM, decidiu “tomar posição pública sobre a situação de disfuncional atitude democrática do presidente da Junta de São Jacinto, António Aguiar”, denunciando “o impasse no processo de eleição dos dois membros do executivo da Junta e dos três membros da mesa da Assembleia de Freguesia”.

A tomada de posse e eleição do orgão que deveria ter acontecido a 15 de outubro ficou sem efeito. “O presidente da Junta, verificando no decorrer da reunião que as suas vontades e propostas não eram aceites nem aprovadas pelos membros da Assembleia de Freguesia (com as votações empatadas), terminou abruptamente com a reunião, tendo sido marcada nova reunião” para este sábado de manhã.

“Dada a situação muito grave que se vive na Junta de Freguesia de São Jacinto e a necessidade de unir esforços para resolver os problemas que se avolumam (com evidência no facto do presidente da Junta continuar sem apresentar as Contas de 2020), a AcA disponibilizou-se para uma coligação de governo da freguesia com a participação dos três partidos no executivo da Junta (constituído por três pessoas), situação que não foi aceite pelo PS nem pela CDU, o que muito lamentamos”, refere o comunicado do PSD/CDS/PPM.

A Assembleia de Freguesia de São Jacinto é composta por três eleitos do PS, três da ‘Aliança com Aveiro’ e um da CDU, não existindo maioria absoluta.

A coligação de direita “lança uma apelo público à CDU e em especial ao PS e ao presidente António Aguiar, para que haja bom senso e um comportamento democrático correto e gerador de uma solução de governo da Junta de Freguesia de São Jacinto que respeite os resultados das eleições, que gere a devida capacidade para resolver a muito grave situação da Junta, devendo o PS agir com humildade democrática e em conformidade com o facto de ter ganho as eleições sem maioria absoluta”.

“Neste novo mandato autárquico a AcA não pactuará jamais com a continuação da má gestão do PS e do seu presidente António Aguiar, e assumirá as suas responsabilidades políticas nos órgãos autárquicos da freguesia de São Jacinto, assim como do município de Aveiro, sempre na defesa do rigor, da seriedade, da transparência e da qualidade da gestão autárquica e do bom serviço aos cidadãos”, conclui a nota de imprensa.

“As outras forças partidárias, face ao resultado expresso nas urnas, saberão respeitar a vontade do povo” – Viva’Aveiro (Comunicado)

“A Coligação Viva’Aveiro desde a primeira hora, como foi sempre o seu objetivo maior, privilegia o diálogo, a concertação e o respeito pelos cidadãos de São Jacinto, assim como a força do poder do seu voto.
Fazemo-lo com a discrição que estes assuntos exigem e assumimos a responsabilidade que se impõe.
Temos a certeza que as outras forças partidárias, face ao resultado expresso nas urnas, saberão respeitar a vontade do povo de São Jacinto e responder às propostas que permitem consensualizar, nos termos da lei, a constituição e instalação dos órgãos.”

Artigo relacionado

Aveiro: Junta de Freguesia de S. Jacinto dá prioridade ao reequilíbrio financeiro

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.