Tecnologia de ‘realidade aumentada’ pode ajudar na manutenção da rede de água

540
Sede da AdRA, Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

A AllbeSmart, uma start-up sedeada em Castelo Branco, propõe-se usar ‘realidade aumentada’ no desafio lançado pela Águas da Região de Aveiro (AdRA), do Grupo Águas de Portugal (AdRA), “para desenvolver uma tecnologia de apoio às equipas de manutenção da rede de distribuição de água” que permita “visualizar as infraestruturas de água instaladas no subsolo, direcionando apenas o olhar”.

O projeto figura entre os cinco finalistas da primeira edição do Aveiro Urban Challenges, dinamizado pela Câmara local no âmbito do projeto Aveiro STEAM City.

A AdRA procura formas de “agilizar e melhorar os processos de trabalho das equipas de manutenção da rede de águas, tornando-os mais eficazes” para “contribuir para uma maior poupança”.

Segundo uma nota de imprensa camarária, o sistema proposto pela AllbeSmart pode ser usado com óculos de realidade aumentada ‘Microsoft HoloLens2 glasses’ ou num tablet tecnologicamente adaptado, permitindo “uma melhor e mais rápida resposta na manutenção de redes, acelerando a sua localização no espaço público”, bem como “melhorar o registo e mapeamento da rede de distribuição de água.”

A solução batizada como ‘Beyond Connectivity’ recebeu 20.000 euros para o seu desenvolvimento até outubro próximo.

O projeto Aveiro STEAM City é cofinanciado pelo Fundo de Desenvolvimento Regional – FEDER, através do programa Urban Innovative Actions. O seu investimento global é de 6.115.915€ com o apoio FEDER 4.892.732€.

Artigo relacionado

Desafios do ‘Aveiro Tech City’ passam à fase de desenvolvimento das ideias

Publicidade, Serviços & Donativos