Um novo Aveiro está a nascer…

21372
Cidade de Aveiro, foto de Diogo Moreira.

Aveiro liberta-se do espartilho e de xaile de tricana sobre os ombros, barrica de ovos moles em punho e ria a entrelaçar, afirma-se como a verdadeira capital do litoral centro português.

Catarina Barreto *

É notório e facilmente percetível a olho nu que a cidade de Aveiro está a alterar-se… Deixamos de ser mais uma cidade e assumimo-nos no panorama nacional e internacional como uma cidade apelativa, acolhedora e dinâmica.

A nossa Universidade dá cartas no mundo académico e cientifico, atraindo milhares de estudantes para a mesma todos os anos e posicionando-se na vanguarda da investigação universitária em Portugal e no Mundo.

Os turistas enchem-nos as ruas , já não estão apenas circunscritos à zona da “Praça de Peixe”, mas um pouco por toda a cidade, dão cor à mesma e fomentam o comércio local.

Em cada canto ou esquina do centro aveirense, o que ainda há pouco tempo era um prédio degradado, dá agora lugar agora a um prédio requalificado, a um novo espaço urbano e sobretudo a uma nova vida, a uma nova forma de estar e de receber.
A cidade posiciona-se no panorama nacional como uma cidade que dá gosto viver, que oferece tudo o que é preciso para uma boa qualidade de vida e cresce…

Cresce , extravasando os limites da malha urbana, cresce como qualquer aveirense de gema ou de coração facilmente conseguirá perceber “ para lá da 109” , dando lugar a um Aveiro grande.

Vimos nascer obra fora do centro urbano, investimento a potenciar zonas limítrofes, cultura fora do espartilho urbano e sobretudo vimos renascer o gosto e o orgulho em ser aveirense.

As tradições conquistam os mais novos, o nosso “Menino” já não é apenas festejado pelas gentes da beira-mar, mas por todos ! Os Festivais dão cor um pouco por todo o lado e as fotografias deste novo Aveiro correm mundo…Convidando a vir a Aveiro, a conhecer a nossa hotelaria, a nossa restauração, a nossa cultura, as nossas gentes.

Aveiro, liberta-se do espartilho e de xaile de tricana sobre os ombros, barrica de ovos moles em punho e ria a entrelaçar, afirma-se como a verdadeira capital do litoral centro português, onde vale a pena viver, estudar ou deambular pelas ruas da beira-mar e beber um licor de alguidar…

Este novo Aveiro resplandecente nasce em cada moliceiro que navega na ria, em cada decisão que fomente o turismo, em cada canteiro florido, em cada empresa que invista, em cada estudante , em cada um de nós , que ame e projete esta cidade, que se quer cada vez melhor!

Que se quer cada vez mais Senhora de si, da sua Ria e do seu esplendor…

*Advogada, presidente da Junta de Freguesia de Aradas.

Escrito sob o novo Acordo Ortográfico.