11 arguidos acusados de tráfico de droga na região de Aveiro / MP reclama mais de 300 mil euros

1280
Tribunal de Aveiro.
Smartfire 728×90 – 1

11 arguidos foram acusados pelo Ministério Público da Comarca de Aveiro por crime de tráfico de estupefacientes agravado. Alguns dos acusados recorriam aos filhos, ainda crianças, para fazer entregas

A rede em causa seria responsável pela distribuição de produto estupefaciente “por elevado número de pessoas.”

“A acrescer a esta circunstância foram igualmente imputadas, a quatro desses arguidos, outras agravantes tais como a obtenção de avultada compensação económica, a realização de transacções nas imediações de um estabelecimento de ensino ou a utilização de crianças nessa actividade”, refere um comunicado da Procuradoria Distrital do Porto.

O despacho de acusação refere que a partir de janeiro de 2019, em vários locais dos municípios de Aveiro, Ílhavo, Mira e Águeda, os arguidos venderam heroína, cocaína e haxixe a outros revendedores e a consumidores.

“No caso de dois dos arguidos, em algumas ocasiões, na entrega do produto estupefaciente e recebimento do preço foram utilizados os filhos, ainda crianças”, adianta a nota de imprensa.

MP reclama 331.300 euros por lucros do negócio da droga

» O MP formulou no mesmo despacho um pedido de perda a favor do Estado das vantagens patrimoniais obtidas pelos arguidos com a prática dos factos, num total de 331.300,00€, sendo que, relativamente a três dos arguidos acusados, o valor ultrapassou os 120.000,00€;

» Cinco arguidos continuam a aguardar os ulteriores termos do processo na situação de prisão preventiva em que se encontram.

Artigo relacionado

Desmantelada rede de tráfico de droga e detidas 11 pessoas

Publicidade, Serviços & Donativos

Comercio 780