11 arguidos acusados de tráfico de droga na região de Aveiro / MP reclama mais de 300 mil euros

667
Tribunal de Aveiro.

11 arguidos foram acusados pelo Ministério Público da Comarca de Aveiro por crime de tráfico de estupefacientes agravado. Alguns dos acusados recorriam aos filhos, ainda crianças, para fazer entregas

A rede em causa seria responsável pela distribuição de produto estupefaciente “por elevado número de pessoas.”

“A acrescer a esta circunstância foram igualmente imputadas, a quatro desses arguidos, outras agravantes tais como a obtenção de avultada compensação económica, a realização de transacções nas imediações de um estabelecimento de ensino ou a utilização de crianças nessa actividade”, refere um comunicado da Procuradoria Distrital do Porto.

O despacho de acusação refere que a partir de janeiro de 2019, em vários locais dos municípios de Aveiro, Ílhavo, Mira e Águeda, os arguidos venderam heroína, cocaína e haxixe a outros revendedores e a consumidores.

“No caso de dois dos arguidos, em algumas ocasiões, na entrega do produto estupefaciente e recebimento do preço foram utilizados os filhos, ainda crianças”, adianta a nota de imprensa.

MP reclama 331.300 euros por lucros do negócio da droga

» O MP formulou no mesmo despacho um pedido de perda a favor do Estado das vantagens patrimoniais obtidas pelos arguidos com a prática dos factos, num total de 331.300,00€, sendo que, relativamente a três dos arguidos acusados, o valor ultrapassou os 120.000,00€;

» Cinco arguidos continuam a aguardar os ulteriores termos do processo na situação de prisão preventiva em que se encontram.

Artigo relacionado

Desmantelada rede de tráfico de droga e detidas 11 pessoas

Publicidade, Serviços & Donativos