Aveiro: Vamos saltar as barreiras do parque até à cidade?

1314
EduPARK, Universidade de Aveiro.

Já imaginou, num domingo à tarde, passear com a sua família pelas ruas da cidade e divertir-se a jogar com a app EduCITY E já experimentou o jogo EduPARK, ou ainda não? Não jogou ainda com a Macaca do Parque? Mas estou certa que conhece bem o Parque da Macaca!

Por Lúcia Pombo *

No EduPARK muitas crianças e adultos já percorreram com entusiasmo todo o Parque Infante D. Pedro, em Aveiro, enquanto exploram os conteúdos de realidade aumentada associados a espécies de árvores ou ainda associados a azulejos que já lá existem.

Experimente apontar a câmara do seu telemóvel ao azulejo na fachada principal da Casa de Chá. Consegue visualizar o projeto da Casa de chá do arquiteto que o criou que se sobrepõe à própria casa e ver as diferenças. Ou apontar para o azulejo de S. Gonçalinho e interagir com a aplicação. Também pode ficar a conhecer mais sobre as propriedades benéficas das folhas da Ginkgo biloba, pois têm sido usadas para estimular a memória e o desempenho cognitivo.

Pelo contrário, o teixo, Taxus bacata, é tóxico embora sua madeira seja considerada de boa qualidade, sendo antigamente utilizada para fabricar arcos e flechas. Sabia? São 32 espécies de árvores e arbustos que têm placa com informação interessante em realidade aumentada. Para isso, basta instalar a app no seu telemóvel Android: http://edupark.web.ua.pt/mobile_app. Mas também pode jogar. Os vários jogos que foram criados pela equipa do projeto ajudam-no a fazer um percurso onde pode responder a questões, ganhar pontos, colecionar bananas e encontrar tesouros virtuais. Tudo isto tem por trás uma aprendizagem contextualizada, móvel, divertida e autêntica: aquela que fica para toda a vida.

Foi na sequência do EduPARK que surgiu o EduCITY, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, envolvendo a colaboração de investigadores de várias áreas da Universidade de Aveiro.

O EduCITY, tal como o nome indica, abre os limites do parque à cidade e a outras cidades. Ambos os projetos têm a vertente inter e multidisciplinar e ambos preveem estratégias de aprendizagem baseada em jogos, embora agora o EduCITY inclua elementos novos.

O EduCITY tem a preocupação de promover cidades sustentáveis através da consciencialização ambiental, associada ao reconhecimento da importância do património natural, construído e também cultural da cidade. A outra grande novidade é que os jogos poderão ser cocriados pela comunidade escolar, académica e geral e integram desafios interdisciplinares desafiantes.

Aqui a cidade torna-se num laboratório vivo de experimentação, onde os cidadãos são “cientistas ativos” e agentes de mudanças sustentáveis, numa lógica de ciência cidadã. Espere mais um pouco até a equipa ter a app EduCITY desenvolvida para poder participar e recomendar. A mascote Flamingo acompanhá-lo-á pelas ruas da cidade…

* Centro de Investigação em Didática e Tecnologia na Formação de Formadores (CIDTFF) da Universidade de Aveiro. Artigo publicado no site UA.pt.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.

Comercio 780