UA aplica método inovador para o estudo da eficiência na alimentação artificial das praias

912
Praia da Barra, Ílhavo.

No âmbito do projeto Sandtrack, liderado pela Universidade de Aveiro (UA) e financiado pela Fundação para a Ciência e Tecnologia (FCT), realiza-se até 12 de julho uma campanha de campo no litoral da região de Aveiro com o objetivo de aferir a eficiência das intervenções de alimentação artificial das praias que vêm sendo realizadas, recorrendo à utilização de um método inovador que utiliza traçadores magnéticos, cujo trajeto será monitorizado por via marítima e terrestre.

Liderado pela UA/Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM), está em curso desde agosto de 2018, o projeto “Sandtrack – Alimentação artificial das praias: uma metodologia integrada de suporte à gestão litoral”. Este projeto, com duração de 36 meses, conta com a parceria da Universidade de Lisboa e do Instituto Hidrográfico para o estudo dos processos de alimentação artificial de praias, refere o site UA_online.