Tribunal começou a julgar cidadão chinês acusado de cultivar e traficar canábis

634
Tribunal de Aveiro.

O arguido, um cidadão chinês que se encontra em prisão preventiva e está acusado dos crimes de tráfico de droga e furto qualificado, assistiu à primeira sessão do julgamento por videoconferência, a partir da cadeia.

Questionado pela juíza presidente, o arguido disse que pretende prestar declarações, mas nesta audiência limitou-se a responder a questões relacionadas com o seu relatório social, uma vez que a sua advogada pediu para o depoimento ser presencial.

Continuar a ler artigo da Agência Lusa via site Noticiasaominuto.

Publicidade, Serviços & Donativos