Transformação digital em Aveiro assente em tecnologia 5G

325
Aveiro Steam City.

A instalação de tecnologia 5G num simulacro de proteção civil, o teste de um moliceiro elétrico e “a forte adesão no recrutamento para a 1ª edição do Aveiro Tech City Bootcamp” aparecem entre os destaques do ano de arranque do projeto Aveiro Steam City

Iniciativas que “contribuíram para chegar mais perto da concretização do principal objetivo deste projeto: a realização de uma transformação digital em Aveiro assente em tecnologia 5G, tornando a cidade num município inteligente e sustentável”, refere uma nota de imprensa da Câmara de Aveiro.

O projeto Aveiro STEAM City é cofinanciado pelo Fundo de Desenvolvimento Regional – FEDER, através do programa Urban Innovative Actions. O investimento global é de 6.115.915€, com o apoio FEDER de 4.892.732€.

O Conselho Geral que lidera o projeto Aveiro Steam City reuniu em fins de novembro para fazer o balanço do primeiro ano de trabalho desta iniciativa, que será enviado para conhecimento do programa europeu Urban Innovative Actions.

No relatório é dado relevo a atividades realizadas no âmbito da educação STEAM e dos Tech Labs, que contaram com o envolvimento e a participação dos diretores dos agrupamentos de Escolas de Aveiro. “Esta foi uma participação bastante positiva na medida em que permitiu, não só validar a estratégia mas também garantir o forte envolvimento dos professores na implementação das atividades”, refere a nota de imprensa.

O desenvolvimento e teste da infraestrutura de Comunicação 5G, acompanhada pelo desenvolvimento de um simulacro, levado a cabo pelas forças de segurança e emergência médica foi considerada também “uma iniciativa de grande importância.” A demonstração permitiu “perceber algumas das potencialidades destas tecnologias, nomeadamente a menor latência, a maior largura de banda e a possibilidade de menores tempos de deslocação dos utilizadores.”

Outro dos “pontos altos” em destaque no balanço foi o teste de um moliceiro elétrico, com oferta de passeios nos canais urbanos de Aveiro. “Este teste permitiu que a população Aveirense experienciasse e avaliasse, em primeira mão, o impacto positivo que o projeto irá ter na qualidade de vida dos cidadãos do município.”

A primeira edição do Aveiro Tech City Bootcamp, contou com mais de 400 inscrições, “revelou-se uma agradável surpresa”. Uma ação que terá seguimento em janeiro de 2020 com o objetivo de formar ‘full stack developers, que possam integrar os quadros técnicos das empresas de base tecnológica de Aveiro.

O Conselho Geral contou com as presenças do presidente da Câmara Municipal de Aveiro, José Ribau Esteves; Paulo Jorge Ferreira, Reitor da Universidade de Aveiro; Alcino Lavrador, General Manager do Altice Labs; José Neves, Professor e Investigador no Instituto de Telecomunicações; Carlos Alves, Diretor da INOVARIA; Gil Gonçalves, representante da Comissão Executiva da CEDES, bem como os restantes elementos que fazem parte da equipa que trabalha neste projeto.

Artigo relacionado

Um ano de ‘Aveiro Steam City’: O que aí vem após a aprovação

Publicidade, Serviços & Donativos