Trabalho comunitário e multa para condutor acusado de atropelamento mortal em Aveiro

459
Tribunal de Aveiro.
Dreamweb 728×90 – Video I

O Tribunal de Aveiro condenou a 18 meses de prisão, substituídos por 480 horas de trabalho comunitário, e a 120 dias de multa um automobilista de 29 anos acusado de ter atropelado mortalmente um peão, colocando-se em fuga.

A juíza disse que os factos relativamente à dinâmica do acidente foram todos dados como provados.

Continuar a ler artigo da Agência Lusa via Correio da Manhã.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.