Trabalhadores da Funfrap voltam a fazer greve por melhorias remuneratórias

1520
Funfrap (imagem Google).
Dreamweb 728×90 – Video I

Os trabalhadores da Funfrap (Grupo Tupy), com instalações em Cacia, Aveiro, decidiram avançar para uma nova greve nos dias 21 e 23 de Junho. A paralisação é motivada pela falta de “respostas concretas da parte da administração” a reivindicações que já tinham levado a uma greve realizada a 27 de abril.

A nova greveo é de quatro horas por cada turno que os trabalhadores assumem “por um justo aumento salarial e pela melhoria das suas condições laborais e profissionais”, refere um comunicado do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Transformadoras, Energia e Atividades do Ambiente do Centro de Portugal (SITE).

Os trabalhadores pretendem a atualização de prémios de topo de carreira, assiduidade e de antiguidade, bem como dos subsídios de transporte e de alimentação.

A greve serve, também, para exibir “uma redução do horário de trabalho gradual para as 35 horas” e a eliminação da precariedade na empresa.

“Está na mão da empresa a resposta às justas reivindicações dos trabalhadores, que simplesmente reclamam a sua valorização enquanto trabalhadores qualificados e o respeito pelos seus direitos laborais”, refere o SITE.

Os trabalhadores concentrar-se-ão em piquete de greve à porta do da empresa nos dois dias a
partir das 11.00.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.