Tarifário de RSU baixa 1 a 5% em Ovar

853
Paços de Concelho de Ovar.
Dreamweb 728×90 – Video I

A Câmara de Ovar aprovou, por unanimidade, a proposta de tarifário de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) para 2019, que prevê uma redução entre 1 e 5% para a generalidade dos consumidores.

Enquanto entidade gestora do sistema municipal de recolha de RSU, a edilidade define as tarifas a aplicar ao consumidor final de acordo com o estabelecido no Regulamento Tarifário do Serviço de Gestão de Resíduos Urbanos aprovado pela Entidade Reguladora dos Serviço de Água e Resíduos (ERSAR).

O tarifário aplicado aos utilizadores finais deve permitir a recuperação tendencial de todos os custos, assegurando sempre a qualidade do serviço e operando num cenário de eficiência, refere a edilidade.

A Câmara lembra que tem vindo, desde 2013, a melhorar e aperfeiçoar os serviços prestados quer aos consumidores domésticos quer aos não domésticos e, em 2019, “prevê-se inclusive a recuperação total dos custos, não obstante o aumento anual da produção de resíduos no concelho.”

Uma “gestão cada vez mais eficiente e eficaz” conduzirá, assim, à redução de custos com a taxa de gestão de resíduos, que permitirá a diminuição no valor das faturas de gestão de resíduos urbanos à generalidade dos consumidores.

A Câmara “continuará a trabalhar na melhoria dos serviços prestados à população, aplicando preços justos e equilibrados”, informa o presidente, Salvador Malheiro.