Suspeitos de sequestrar taxista dizem que não lhe queriam fazer mal

769
Tribunal de Aveiro.
Dunas728

Os dois homens e uma mulher suspeitos de sequestrar um taxista em Castelo Branco e, sob ameaça de arma de fogo, obrigarem-no a conduzi-los até Braga, disseram esta terça-feira, no Tribunal de Aveiro, que não queriam fazer mal à vítima.

A viatura acabaria por ser intercetada por volta das 7.50 horas, por militares da GNR nas portagens de Albergaria-A-Velha.

Continuar a ler artigo da Agência Lusa via Jornal de Notícias.

Publicidade, Serviços & Donativos

Para conhecer e ativar campanhas em NoticiasdeAveiro.pt, assim como conhecer / requisitar outros serviços e fazer donativos, utilize a nossa plataforma online.