Seminário ‘Desafios do Mar Português’ debate Literacia Azul e lança o n.º 6 da revista Argos

520
Seminário Desafios do Mar Português debate Literacia Azul.

Três particularidades merecem nota de destaque na 7.ª edição do Seminário Desafios do Mar Português, uma iniciativa da Câmara Municipal de Ílhavo que terá lugar a 20 de outubro, sábado, promovida pelo Museu Marítimo e pela sua subunidade de investigação CIEMar, em parceria com a Fundação Oceano Azul e do Centro de Estudos do Ambiente e do Mar (CESAM) da Universidade de Aveiro.

“Sustentabilidade e Literacia Azul” é o tema escolhido para a edição deste ano do Seminário, que terá como áreas de debate e de análise a Biologia, Antropologia, Política e Economia.

A necessidade de um maior envolvimento dos cidadãos nos problemas marinhos e nas questões que ameaçam a sustentabilidade do uso dos Oceanos tornou-se uma questão urgente, face ao conhecimento dos impactos das alterações climáticas que impendem sobre o Planeta Azul.

É, por isso, o objetivo principal desta edição sensibilizar a sociedade sobre o seu relacionamento e a sua ligação ao mar, seja do ponto de vista das ameaças (nomeadamente as ambientais), seja ao nível das oportunidades e do conhecimento que os oceanos potenciam.

Painel de especialistas de renome, nacional e internacional

A edição deste ano tem um conjunto de especialistas de renome nas diferentes áreas de abordagem da problemática do Mar que enriquecem a iniciativa enquanto ação formativa e de construção cívica em torno das temáticas marítimas, como, a título de exemplo, a presença do Presidente da Direção Executiva da Fundação Oceano Azul, Tiago Pitta e Cunha (sessão de abertura da conferência), importante parceiro da iniciativa, ou, no encerramento, do Diretor do Royal Museums Greenwich (Londres), Kevin Fewster que facultará, de forma relevante e significativa, uma dimensão internacional ao evento.

A estes juntam-se ainda investigadores e especialistas da Universidade de Aveiro (CESAM), do ISCTE; do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE), da Universidade Nova de Lisboa; da Marinha Portuguesa, da Direção-Geral da Política do Mar, do Ministério do Mar; da consultora PwC e do Museu Municipal de Esposende.

Revista Argos, n.º 6

Neste número da revista Argos encontram-se variados artigos sobre as potencialidades e abordagens da Literacia do Oceano, acerca das políticas europeias e desenvolvimentos da Economia do Mar, sobre experiências patrimoniais e museológicas desafiantes e inspiradoras para um entendimento mais holístico das questões marítimas.

O facto de se tratar de uma revista editada por um museu constitui em si mesmo um apelo ao comprometimento dos museus marítimos com as questões da Literacia do Oceano. Trata-se de entender o património marítimo num sentido amplo, nele incluindo a paisagem natural e os serviços ecológicos, a biodiversidade e o equilíbrio dos ecossistemas.

Com o tema “O Mar, um Património Europeu”, este n.º 6 da Argos abordará a Cultura do Mar e Literacia Azul, o Direito, Política e Economia do Mar, a Investigação e Experiência Museológicas Marítimas, terminado com um Dossier Visual que inclui a exposição fotográfica “Uma noite no mar”, de Alfredo Cunha.

Mais informação em http://www.museumaritimo.cm-ilhavo.pt/frontoffice/pages/41?event_id=515