Sanjotec integra rede de incubadoras ‘espaciais’

313
Sanjotec, São João da Madeira.
Smartfire 728×90 – 1

A Sanjotec, Parque de Ciência e Tecnologia em S. João da Madeira, integrou a rede de incubadoras da Agência Espacial Europeia (AEE) recomendada pela Agência Espacial Portuguesa (‘Portugal Space’), informa a Câmara sanjoanense.

O centro de incubação da AEE funciona em Portugal, devendo incluir 15 incubadoras de Norte a Sul do país, “tendo como objetivo apoiar startups que usem tecnologia espacial para utilizações industriais e comerciais não espaciais, como saúde, energia, transportes, segurança e vida urbana, entre outras”.

O programa decorre da estratégia da ‘P​ortugal Space’ para o país multiplicar por 10 o volume de negócios do sector do espaço, até 2030, “passando este a ter um significativo contributo para o crescimento socioeconómico do país” e a criação de 1.000 novos postos de trabalho.

A rede da AEE está espalhada por mais de 60 cidades (das quais S. João da Madeira passa agora a fazer parte), em 17 países europeus, promovendo candidaturas para startups com projetos de negócio com base em tecnologias e dados da indústria espacial que apoiará 12 empresas nacionais por ano (incentivos até 50 mil euros e acesso a suporte técnico e de negócio).

A Sanjotec está focada “no apoio ao empreendedorismo e na aceleração de projetos de base tecnológica e criativa”, tendo vindo a criar “um ecossistema empresarial ligado à Indústria 4.0 e ao desenvolvimento de novos produtos” que acolhe 60 projetos empresariais, na sua grande maioria com uma forte componente exportadora.

Publicidade, Serviços & Donativos