S. João da Madeira: Removidos últimos telhados de escolas em fibrocimento

976
Paços de Concelho de São João da Madeira.
Smartfire 728×90 – 1

A Câmara de S. João da Madeira fez a última uma adjudicação de obras de remoção do amianto das escolas do Parque e dos Ribeiros.

“Depois desta empreitada deixará de haver estabelecimentos de ensino municipais com este tipo de cobertura, na sequência de uma estratégia que a autarquia implementa desde 2018”; refere um comunicado.

A empreitada de substituição das coberturas em fibrocimento das escolas com jardim-de-infância do Parque e dos Ribeiros é um investimento de cerca de 130 mil euros.

“Com essas obras, o parque escolar da responsabilidade do município ficará livre de amianto, na sequência do programa que a autarquia colocou no terreno em 2018 com o objetivo de resolver esse problema no atual mandato”, sublinha a edilidade.

Na primeira fase de substituição das coberturas que continham esse material, foram intervencionadas as escolas do 1.º ciclo do ensino básico e jardins-de-infância do Parrinho e de Fundo de Vila e, ainda, o jardim-de-infância das Travessas. A esses três estabelecimentos de ensino seguiram-se, numa segunda fase, os de Casaldelo e da Devesa Velha.

“Esses trabalhos de retirada dos telhados em fibrocimento contendo amianto já se encontram concluídos nos cinco edifícios escolares referidos, que passaram a ter coberturas em chapa térmica, melhorando a eficiência energética dos edifícios, além de ir ao encontro das recomendações nesta matéria”, adianta a Câmara que neste mandato autárquico procedeu também à substituição da cobertura do pavilhão Paulo Pinto, equipamento desportivo municipal onde subsistia igualmente a utilização de amianto.

Publicidade, Serviços & Donativos