“Rostos e Histórias de Vida”: O discípulo da escola de pintores da Aleluia

402
Carlos Vinha, pintor de azulejo.

O interesse por painéis decorativos azulejos pintados à mão está a ressurgir, apesar de quase já não existirem fábricas a produzir.

Carlos Vinha, de 52 anos, é um dos poucos em atividade que ainda frequentou a escola da fábrica Aleluia.

Rostos que conhecemos do dia a dia e das vivências locais revelam as suas histórias de vida. A Rádio Soberania leva à antena as pessoas que fazem a comunidade pulsar.

Os pintores de azulejos que restam a trabalhar podem ser encontrados apenas nas pequenas oficinas quase caseiras, mas onde normalmente não faltam encomendas (link abaixo para ouvir reportagem).