Ribau denuncia “promiscuidade política” na contestação a intervenção no Rossio

181
Ribau Esteves, presidente da Câmara de Aveiro.

Ribau Esteves acusou, esta quarta-feira, o PS de facultar material de propaganda ao dispor de cidadãos que contestam a intervenção prevista no jardim do Rossio.

“Estando em curso um conjunto de diligências para se aprofundar o debate sobre este processo, nomeadamente entre o denominado ´Agrupamento A4´ e a Câmara Municipal de Aveiro, foi com surpresa que verificámos que no passado fim-de-semana, o Movimento de Cidadãos ´Juntos pelo Rossio´ (que integra o A4) assumiu a sua falta de independência e a sua ação promiscua com o Partido Socialista, colocando um elemento publicitário da sua campanha contra a Ideia Base para a qualificação do Rossio, numa estrutura de ´outdoor´ do Partido Socialista instalada na Rotunda da Salineira, no acesso à A25”, escreve o presidente do município num artigo intitulado “Rossio: Informação sobre promiscuidade política”.

“Esta partidarização que denunciamos e lamentamos, demonstra bem o que não deve ser a dependência dos Movimentos de Cidadãos, de Partidos Políticos, e o que não deve ser a sua instrumentalização pelos Partidos Políticos, neste caso da Oposição à Câmara Municipal de Aveiro”, refere o edil.