“Reinventar a Indústria – Afirmar o Futuro” é mote para Fórum Empresarial

877
Fernando Castro, presidente da AIDA.
Promo728_notav_verao21

Águeda foi a cidade escolhida para palco do 6º Fórum Empresarial do Distrito de Aveiro.

“Reinventar a Indústria – Afirmar o Futuro” é o mote para a iniciativa organizada pela Associação Industrial do Distrito de Aveiro (AIDA).

O Fórum Empresarial decorrerá das 9:00 às 18:00 no Centro de Artes de Águeda.

“Pretende-se neste dia de trabalho debater os desafios das empresas portuguesas, em especial as do distrito de Aveiro na era digital, as questões de ordem fiscal, o financiamento e a internacionalização, bem como proporcionar vários momentos de networking entre as empresas e entidades participantes”, refere uma nota da AIDA.

O evento em formato de ‘mesa ‘redonda’ será constituído por dois painéis: “Da indústria tradicional à digital” e “A indústria do Distrito na competição mundial”.

Temas a moderar por convidados das áreas empresarial, económico-financeira, inovação e do Sistema Científico e Tecnológico.

Em 2016, a 5ª edição do Fórum Empresarial da Região de Aveiro contou com quase quatro centenas de participantes, entre empresários e representantes entidades nacionais e regionais.

“Momento privilegiado de afirmação a nível nacional”

“O sucesso conseguido pelo 1º Fórum Empresarial em 2008 comprovou a sua oportunidade, razão pela qual desde 2010 que esta iniciativa tem contado com o Alto Patrocínio de Sua Excelência, o Presidente da República a quem foram entregues as conclusões dos eventos”, refere a AIDA.

A iniciativa pretende “proporcionar às empresas da Região e do Distrito um momento privilegiado de afirmação a nível nacional”, assim como reunir e aproximar o tecido empresarial num um espaço de debate alargado. Mas também promover oportunidades de negócio através dos encontros de networking.

De carácter bienal, o Fórum Empresarial da Região de Aveiro, deseja dar “visibilidade a uma região que tem tido, nos últimos anos, um papel preponderante ao nível da balança comercial portuguesa, fruto do dinamismo e empreendedorismo do seu tecido empresarial.”

Promo728_notav_verao21