Rede wi-fi pública de Vagos em mais locais

286
Biblioteca Municipal de Vagos.
Smartfire 728×90 – 1

O Turismo de Portugal aprovou a candidatura da Câmara de Vagos ao programa ‘Valorizar – Linha de Apoio à Disponibilização de Redes Wi-Fi’.

Está garantida uma comparticipação de 50.000 euros para um investimento de 77.217 euros destinado ao projeto ‘Be Connected to Vagos’, desenvolvido “no sentido de integrar a rede de cidades e vilas inteligentes de Portugal.”

Segundo um comunicado da autarquia, a disponibilização de internet através de acesso livre a redes wi-fi teve o seu início em janeiro de 2013, com a implementação de pontos de acesso em cinco equipamentos municipais, onde existe uma grande concentração de pessoas.

Em 2016, ficou acessível internet de banda larga de última geração ao longo de dois quilómetros de costa.

O projeto ‘Be Connected to Vagos’ chegará a mais cinco locais “estrategicamente definidos pela sua visibilidade externa”: Biblioteca Municipal João Grave, Palacete Visconde de Valdemouro, Quinta do Ega, praia do Areão e espaço museológico da Praia da Vagueira. Locais com capacidade de atrair fluxos e recursos turísticos em Vagos.

A disponibilização segue ainda as orientações da ‘Estratégia para o Turismo 2027 – Pensar o Futuro, Agir no Presente’, que recomenda aos destinos turísticos a disponibilização de infraestruturas tecnológicas que possibilitem aos turistas o acesso a informação sobre a localização de pontos turísticos e de interesse; oferta de alojamento e restauração e o acesso rápido a plataformas de conteúdos, possibilitando a partilha da sua experiência de visitação no território, posicionando cada vez mais Portugal como um ‘Smart Destination’.

“Este investimento possibilitará quer aos munícipes, quer aos turistas que visitam o concelho e a região, usufruírem de melhores condições no que respeita ao acesso a conteúdos informativos”, conclui a edilidade vaguense.