PSD Águeda destaca que programa eleitoral está a ser cumprido

399
Paços de Concelho de Águeda.

A Comissão Política do PSD Águeda reagiu à proposta de Estratégia Local de Habitação (ELH) apresentada na passada quinta-feira, 23, à vereação e membros da Assembleia Municipal considerando que “o documento apresentado está alinhado com o programa eleitoral da coligação Juntos por Águeda – PSD/MPT e o investimento que será mobilizado é condizente com a prioridade que nos comprometemos a dar à área da habitação” – disse Samuel Caetano Vilela, presidente do PSD Águeda.

As medidas apresentadas preveem um investimento de mais de 30 milhões de euros e pretendem apoiar mais de mil indivíduos, num total de 370 agregados familiares, através da intervenção em situações já identificadas de precariedade, insalubridade e insegurança, sobrelotação ou adaptação para residentes portadores de deficiência.

O presidente do PSD Águeda salientou que “o acesso a habitação é um problema nacional, que em Águeda é crónico há muitos anos” e recorda que “antes desta coligação o PSD já alertava para a necessidade de políticas de incentivo à reabilitação de casas devolutas para venda ou arrendamento e para a dinamização da oferta de habitação social”.

Na sessão de apresentação da versão preliminar da ELH, Ana Miguel dos Santos, que representou o PSD, interveio para sinalizar que “em face do agravamento da situação económica das famílias, que tenderá a piorar nos próximos tempos, é necessário encontrarmos mais instrumentos financeiros e alternativas às previstas para a área da habitação no PRR, como por exemplo na reabilitação urbana, e de se otimizarem procedimentos administrativos na área do urbanismo e obras particulares”.

Samuel Caetano Vilela considera que “apostar na habitação é fundamental para a emancipação jovem e para a fixação de população, mas também para a atração de mão-de-obra, porque a falta de oferta tem penalizado a capacidade de recrutamento das empresas” e congratula o Executivo camarário “pelo investimento de mais de 1 milhão de euros em incentivos à reabilitação e refuncionalização de edifícios para fins habitacionais e na criação de uma bolsa de terrenos para construção a custos controlados para venda e arrendamento”.

A ELH encontra-se a ser apreciada pelo Instituto da Habitação e Reabilitação Urbana (IHRU) e, antes de ser sujeita a aprovação, ainda será analisada pela Comissão de Urbanismo da Assembleia Municipal.

PSD de Águeda

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online./iframe>