Projeto ‘Casa da Ria Centro de Artes de Aveiro’ distinguido nos Prémios Secil Universidades

3105
'Casa da Ria Centro de Artes de Aveiro'.
Dreamweb 728×90 – Video I

Um ‘Centro de Artes’ para a cidade de Aveiro, na zona do cais da Fonte Nova, desenhado por uma estudante de arquitetura natural de Vagos, figura entre as propostas distinguidas nos Prémios Secil Universidades divulgados esta semana.

Enquadrados nos Prémios Secil de Arquitetura, os Prémios Secil Universidades – Concursos de Engenharia Civil e Arquitetura premeiam jovens talentos.

O projeto de Catarina José Oliveira Pereira, que estudou na Secundária José Estêvão, em Aveiro, foi desenvolvido no âmbito da cadeira curricular de Atelier de Projecto I (ano lectivo de 2016-2017), do Departamento de Arquitetura da Faculdade de Coimbra, sob orientação do arquitecto José Fernando Gonçalves.

A autora, atualmente finalista do curso de arquitetura, espera que a sua proposta seja útil para “direcionar e impulsionar o debate sobre o planeamento urbano da cidade de Aveiro e sua relação com a Ria.”

A proposta ‘Casa da Ria Centro de Artes de Aveiro’ aponta para um novo polo cultural de Aveiro, aproveitando uma localização privilegiada do centro urbano, enquadrada por edifícios emblemáticos como a antiga cerâmica Jerónimo Pereira Campos e o hotel Meliá.

O projeto inclui três equipamentos: centro de arte e cultura, com espaço de exposição e eventos, centro de serviços com laboratórios de trabalhos e residência para artistas.

“O conjunto surge como elemento articulador que promove novas ligações a sul do cais e possibilita a consolidação da frente da ria”, refere a futura arquiteta na memória descritiva.

A Sede Corporativa da EDP, em Lisboa, e o Arquipélago – Centro de Arte Contemporânea, na Ribeira Grande, foram as duas obras vencedoras do XII Prémio Secil de Arquitetura. É a primeira vez que o galardão é atribuído ex aequo, como refere um artigo do jornal Expresso.

 

Publicidade, Serviços & Donativos