Presumível incendiário detido em flagrante na Mealhada

3868
Polícia Judiciária.
Smartfire 728×90 – 1

A Polícia Judiciária (PJ) de Aveiro deteve, com apoio da GNR, um homem que terá sido autor de incêndio florestal que lavrou na Mealhada durante este fim-de-semana.

“No seguimento da ocorrência no sábado passado de vários focos de incêndio, no concelho da Mealhada, iniciou-se de imediato a respetiva investigação, de que resultou a recolha de fortes indícios que conduziram à detenção fora de flagrante delito do presumível autor de um desses fogos”, avança um comunicado da PJ.

A detenção ocorreu em “estreita colaboração do Destacamento Territorial de Anadia da GNR”, que procedeu à identificação e detenção de um indivíduo, sem ocupação profissional definida, a quem imputa a autoria de um crime de incêndio florestal.

O detido, com 32 anos, natural e residente numa localidade do vizinho concelho de Anadia, “não demonstrou qualquer motivação racional que o tenha levado a praticar os factos em investigação, demonstra, claramente, fascínio pela atividade dos bombeiros a combater os incêndios.”

O homem vai ser presente às Autoridades Judiciárias competentes, durante o dia de hoje, tendo em vista o primeiro interrogatório judicial e aplicação das medidas de coação adequadas.

Artigo relacionado

Doze meios aéreos e mais de 250 bombeiros na luta contra as chamas na Mealhada

Publicidade, Serviços & Donativos