Presidente da Câmara de Arouca e empreiteiro condenados por falsificação

1205
Paços de Concelho, Arouca.

A presidente de Câmara de Arouca, Margarida Belém, e o empresário da construção civil Carlos Pinho foram condenados a um ano e três meses de prisão por falsificação de documento.

O ex-autarca Artur Neves, que está na origem da obra ilegal na génese deste julgamento, saiu ilibado, adianta o Jornal de Notícias.

Continuar para ler artigo.

Artigo relacionado

Ex-presidente da Câmara de Arouca nega ter feito obra sem concurso por motivos eleitorais

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.