148º Aniversário do Hospital de S. Miguel comemorado na aurora de grandes mudanças

640
Aniversário do Hospital S. Miguel, Oliveira de Azeméis.
Dreamweb 728×90 – Video I

O presidente da Câmara Municipal, Joaquim Jorge Ferreira, acompanhou a cerimónia de comemoração do 148º aniversário de vida do Hospital de São Miguel de Oliveira de Azeméis, uma cerimónia que reuniu os colaboradores, médicos e enfermeiros com mais de 35 anos de casa que foram homenageados pelo presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga, Dr. Miguel Paiva, pela resiliência, tenacidade, dedicação e sentido de missão no seu trabalho de salvar vidas e melhorar a saúde pública, contribuindo para o bem-estar da nossa comunidade.

Joaquim Jorge cumprimentou de forma muito calorosa e fraterna o Hospital de S. Miguel pelo seu aniversário, pelo percurso extraordinário que foi empreendido e pela história construída. Referiu que “o prestígio desta instituição se deve ao trabalho de muita gente que dedicou a vida a cuidar dos oliveirenses e de todos os utentes que ao longo de mais de um século ali passaram”.

Concluiu que “é muito importante que este hospital continue a prestar serviços de proximidade, que promova a equidade no acesso aos cuidados de saúde, que recupere valências, que disponibilize mais recursos humanos e que faça investimentos contínuos nos equipamentos e instalações, para se continuar a afirmar como uma referência nesta região, merecendo a confiança dos seus utentes e prestando sempre cuidados de saúde mais justos, universais, mais inclusivos e que sirvam toda a comunidade”.

Também o Dr. Miguel Paiva referiu que as instituições hospitalares são os mais relevantes pilares comunitários, contribuindo para a coesão social e agregando muitas sinergias porque “são mais significativos os caminhos feitos em conjunto”.Apontou como desafios futuros “aumentar a resposta assistencial, disponibilizar mais consultas e mais especialidades, aumentar valências, como o hospital de dia na área da oncologia, e garantir mais meios complementares de diagnóstico”.

Quanto aos novos projetos e estratégias, o Dr. Miguel Paiva explica que o principal desafio passa pela “criação da primeira unidade de geriatria do Serviço Nacional de Saúde, para prolongar a autonomia e a qualidade de vida das pessoas em idade geriátrica”. Ressalta, também, a “integração do Centro Hospitalar de Entre Douro e Vouga na nova Unidade Local de Saúde, integrando as três unidades hospitalares e os dois Agrupamentos de Centros de Saúde Aveiro Norte e Feira Arouca.

Rematou que se avistam “desafios muito estimulantes e importantes, com um potencial de ganhos para a população muito significativo, onde prevalece o interesse da comunidade na articulação de cuidados e agilização do percurso dos doentes”.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.