Poucos braços, muito trabalho!

203
Foto Associação Cabeço Santo - Recuperação Ecológica e Paisagística.
Dreamweb 728×90 – Video I

A moto-roçadora trabalhou toda a manhã, no matagal e no silvado, e a podadora também, nas mimosas, só parando para dar lugar à navalha de descasque.

Por Associação Cabeço Santo – Recuperação Ecológica e Paisagística*

Na data prevista para a última jornada (13/11) tivemos no activo apenas os voluntários da casa, o núcleo duro. Por isso tiveram que se esforçar para ver resultados no terreno.

Ainda por cima, optaram por um local muito dinâmico onde já não se trabalhava há pelo menos dois anos: a zona das últimas várzeas da Chousa, a jusante do Feridouro.

Como esta área inclui parcelas de antigas terras agrícolas ribeirinhas, a vegetação espontânea, dominada pelo silvado, cresce vigorosamente na Primavera/Verão e as árvores aí plantadas há 4-5 anos ainda não a conseguem “dominar”.

O próprio caminho, de 100 m de comprimento desde o principal, estava bloqueado pelo matagal. Para culminar o cenário, as mimosas estavam por todo o lado, com grandes exemplares junto ao ribeiro.

Deste modo, a moto-roçadora trabalhou toda a manhã, no matagal e no silvado, e a podadora também, nas mimosas, só parando para dar lugar à navalha de descasque. E assim se passou uma manhã inteirinha (e não se fez tudo o que era necessário!).

A tarde foi dedicada aos eucaliptos na zona do Vale da Estrela, já junto a Belazaima. Na encosta da margem esquerda os eucaliptos grandes foram cortados no final do Inverno, mas agora é necessário eliminar rebentações remanescentes e arrancar plantas de origem seminal. O elevado declive constitui a principal dificuldade, e às vezes o emaranhado de eucaliptos de origem seminal.

Aqui já se encontravam algumas plantas autóctones, que, embora danificadas pela queda dos eucaliptos, são um bom ponto de partida. Também se fez adensamento por sementeira de bolotas.

E assim foi! Na próxima jornada celebraremos o Dia da Floresta Autóctone. Até lá.

* Ler resumo completo da jornada de voluntários de 13 de novembro.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.