‘Parcerias de inovação’ ajudam a “robustecer sistema científico” e tornar país “mais competitivo” – Primeiro-Ministro

228
Fábrica da Bosch, Ovar.
Dreamweb 728×90 – Video I

A unidade da Bosch em Ovar foi palco, esta manhã, da assinatura de “novas parcerias de inovação” dando sequência a uma colaboração lançada em 2013 com as Universidades do Minho e do Porto, prevendo, desta feira, “um investimento superior a 50 milhões de euros até 2022” e a contratação de 300 pessoas qualificadas pela multinacional alemã e investigadores das instituições envolvidas.

O Primeiro-Ministro, António Costa, marcou presença da formalização dos contratos que têm foco no desenvolvimento de soluções nas áreas da mobilidade, cidades inteligente e seguras e indústria contectada.

As parcerias foram consideradas pelo chefe do Governo como “um grande exemplo” para “robustecer o sistema científico”, ajudando o país a ser mais competitivo. “Demonstra também como a Europa precisa de campeões, que se fortalecem através desta rede no conjunto da União Europeia, uma extraordinária vantagem”, sublinhou.

Reportagem áudio com declarações do Primeiro-Ministro

Publicidade, Serviços & Donativos