Ovar: Movimento 2030 afixa tarja a invocar o 25 de abril após Câmara remover propaganda eleitoral

1985
Movimento 2030.
Dreamweb 728×90 – Video I

Há uma polémica motivada por tarjas de cariz eleitoral em Ovar. O Movimento 2030, uma candidatura autárquica independente liderada por Henrique Araújo, recorreu da decisão municipal de remover uma tarja colocada na fachada de um prédio próximo dos Paços de Concelho alusiva ao movimento que pretende concorrer à Câmara. Entretanto, afixou uma nova a invocar o 25 de abril.

“A responsabilidade da democracia é nossa e o respeito que lhe é devido, depende da coragem das nossas escolhas. É nosso dever enquanto cidadãos, questionar, exigir e respeitar a verdade. Só com verdade há liberdade. Liberdade e democracia de todos e para todos”, refere o movimento 2030 a explicar a iniciativa.

Movimento 2030.

A mesma fachada ostentou em ocasiões anteriores material de propaganda eleitoral de campanhas do PSD, nomeadamente as protagonizadas por Salvador Malheiro, presidente a cumprir o segundo mandato e candidato nas próximas eleições.

O Movimento 2030, liderado por Henrique Araújo, antigo adjunto do autarca social democrata, recorreu da retirada da primeira tarja, considerando que se trata de uma decisão “ilegal, abusiva e constitutiva de direito de indemnização”.

Comunicado “Henrique Araújo assume-se como candidato à Câmara de Ovar”.

Fernando Daniel apoia  Malheiro

Entretanto, Salvador Malheiro anunciou hoje que o cantor Fernando Daniel será o seu mandatário para a juventude.

Em Ovar, estão confirmadas ainda as candidaturas à presidência de Alcides Alves (PS) e Mário Rui Natário (CDS).

Publicidade, Serviços & Donativos