Ovar: Arquivado inquérito a antigo adjunto do Presidente da Câmara por denúncia de corrupção

1167
Tribunal de Ovar.

Henrique Araújo, antigo adjunto do Presidente da Câmara Municipal de Ovar e actual líder da GACEMO (Grupo Associativo de Comerciantes e Empresários da Câmara Municipal de Ovar), não vai ser acusado pelo Ministério Público no “caso dos 10%” em concursos de obras municipais.

O Ministério Público investigou e concluiu que não foram recolhidas provas ou indícios suficientes que sustentassem uma acusação sólida.

Continuar a ler artigo do jornal Voz de Esmoriz.

Discurso direto

“Não posso deixar de partilhar a minha desilusão para com o Presidente da Câmara Municipal de Ovar, pois sinceramente esperava esta atitude de alguns, mas jamais esperava que aquele com o qual sempre fui solidário, de quem sempre estive ao lado em toda e qualquer circunstância, duvidasse da minha idoneidade e me tivesse exonerado das funções de adjunto da presidência”.

Publicidade, Serviços & Donativos