Oportunidades dos Gases Renováveis: Região de Aveiro “bem posicionada para estar na linha da frente”

1034
Conferência organizada pela Floene (Foto divulgada pela Escola Profissional de Aveiro no seu Facebook).
Dreamweb 728×90 – Video I

A Floene lançou hoje, no Centro de Congressos de Aveiro, o programa Comunidades de Futuro, aproveitando a conferência ‘Oportunidades dos Gases Renováveis – Novos Negócios, Competências e Profissões”.

“Inserida no programa de responsabilidade social” da antiga Lusitânia Gás, o encontro teve “como objetivo principal promover o debate sobre a transição energética nas comunidades locais onde a empresa está presente”.

Empresários, académicos, representantes do setor social, associações, asism como entidades públicas e privadas ficaram a conhecer as possibilidades de “utilização de gases renováveis como o biometano e o hidrogénio na transição energética e na circularidade da economia, bem como a oportunidade que trazem na criação de novas profissões.” Segundo um comunicado, Gabriel Sousa, CEO da Floene, destacou na abertura que “a adoção de gases renováveis como solução para a transição energética será tanto mais eficaz quanto maior for a partilha de conhecimento científico e de experiências a nível local e nacional”.

A Floene organizou dois paíneis temáticos: um sobre ‘Circularidade na Transição Energética: Vantagens e Desafios da Transformação dos Resíduos em Biogás’ e o segundo a partir do mote ‘Transformação Educativa – As Profissões de Futuro’. O presidente da Câmara, Ribau Esteves, realçou o contributo “que o município de Aveiro tem dado e vai continuar a dar para a transição digital e enérgica, com alguns projetos emblemáticos, como a rede piloto 5G (com parceiros importantes como a Universidade de Aveiro, o Instituto de Telecomunicações e a Altice Labs), o sistema de carregamento elétrico dos Moliceiros, os autocarros elétricos de transporte público e o novo Ferryboat elétrico”.

Discurso direto

“Portugal tem sido um exemplo na adoção de gases renováveis, em linha com as metas nacionais e europeias, e a região de Aveiro, com o contributo académico, das suas empresas e indústrias, assim como de entidades oficiais, está particularmente bem posicionada para estar na linha da frente desta implementação, com provas dadas no sentido da descarbonização gradual das redes de gás natural” – Gabriel Sousa, CEO da Floene.

Publicidade, serviços e donativos

» Está a ler um artigo sem acesso pago. Faça um donativo para ajudar a manter o NotíciasdeAveiro.pt de acesso online gratuito;

» Pode ativar rapidamente campanhas promocionais, assim como requisitar outros serviços.

Consultar informação para transferência bancária e aceder a plataforma online para incluir publicidade online.