Oliveira do Bairro: Município pede investigação à poluição no rio Cértima

803
Imagem da Câmara de Oliveira do Bairro.

O município de Oliveira do Bairro informa que fez “várias diligências” nos últimos dias “para aferir origem do problema” de poluição que causou uma mortandade de peixes no rio Cértima.

Em nota de imprensa, o presidente da edilidade assume que “está preocupado com o aparecimento de peixes mortos”.

Duarte Novo (CDS) adianta que fez “várias diligências junto da Administração da Região Hidrográfica do Centro – Agência Portuguesa do Ambiente, no sentido de conseguir aferir a origem do problema”.

A situação foi comunicada por um munícipe aos serviços de ambiente do município de Oliveira do Bairro. “No próprio dia”, foram enviados técnicos ao local e o assunto “remetido de imediato” À GNR para “a devida investigação do Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente (SEPNA)”.

“Alertado para a possibilidade da existência de um crime ambiental, este serviço da GNR esteve também no local, onde recolheu amostras de água e de peixes, remetendo conclusões para depois das referidas análises”, informa a Câmara bairradina.

Os serviços de ambiente de Oliveira do Bairro recolheram “o máximo possível dos peixes mortos, que foram depois levados para a câmara frigorífica da autarquia, enquanto se aguarda a sua recolha e inceneração por empresa especializada.”

Artigo relacionado

Autarcas de Águeda e Oliveira do Bairro na APA por causa do Cértima

Publicidade, Serviços & Donativos